Pages

26 de jun de 2010

QUE ME VISITE A SIMPLICIDADE :DÉA

Quero uma vida simples e pacata
Amanhã não sei se ainda estarei na estrada
Para que o luxo e a ambição ?
Entopem as veias do coração
são filhos rebeldes da ilusão
Quero da vida o ar de montanha
flores do campo para cheirar
o sol poente espelhado no olhar
Da vida eu busco o gesto brando
o olhar contemplativo e manso
o rio que corre sereno
a levar meus cuidados em leito ameno

                    * Úrsula Avner *

0 comentários:

Postar um comentário