Pages

30 de nov de 2009

ENVELHEÇO:



Envelheço quando me fecho para as novas idéias e me torno radical...
Envelheço quando o novo me assusta e minha mente insiste no comodismo...
Envelheço quando meu pensamento abandona a casa e retorna sem nada...
Envelheço quando me torno impaciente, intransigente e não consigo dialogar...
Envelheço quando penso muito em mim mesmo e me esqueço dos outros...
Envelheço quando penso em ousar mas temo o preço da ousadia...
Envelheço quando permito que o cansaço e o desalento tomem conta da minha alma...
Envelheço quando tenho chance de amar mas vence o medo de arriscar...
Envelheço quando paro de lutar...


Texto de Autoria desconhecida

29 de nov de 2009

A PECADORA:



quero pecar contigo alguns momentos,
beijar teus rubros lábios saborosos
como a polpa dos frutos sumarentos!

Sentir nos meus braços luxuriosos,
alvos braços que são os meus tormentos;
beijar teus olhos úmidos de gozos,
úmidos de volúpias, sonolentos...

A mim pouco me importa o teu futuro;
o teu corpo é que quero, puro ou impuro,
na súbita explosão dos meus desejos...

Nossas horas de amor serão bem poucas;
depois vai à procura de outras bocas
que irei também em busca de outros beijos!

O CANTO E A DESPEDIDA:

O Canto e a Despedida
 
Posso não deixar saudades
Nem a voz a recordar
Posso partir sem um aceno
E sem para trás me voltar.
Que não me guardem rancores
Pelas promessas em falta
O meu destino é igual
A uma vela rasgada
Pelo furor do vendaval
Numa qualquer tempestade.
Podem apagar-me da ideia
Fazer de conta que nunca existi
Cortar-me pelas raízes
Para que seja mais certo
O esquecimento de mim.

 
Podem negar que fui verso
De um poema cantado
A duas vozes na tarde
Em uníssono na madrugada.
Hoje parto calado
No silêncio da alvorada
Levo comigo a semente

Ainda não germinada
E trago no peito a esperança
De uma colheita atardada.AUTOR PELO MENOS PRA MIM DESCONHECIDO ,NÃO HAVIA NOMES

28 de nov de 2009

POSSUIDA:


Ahhhhh......
Acolher-te em mim, amado,
Que sensação incrível...
É navegar num mar
Ardente, aprazível,
É notar que, afinal,
Pra isso vale a vida...
É um prazer total
Sentir-me possuída,
É provar as delícias
Aos deuses reservadas,
É fartar o instinto,
Pois com você me sinto
De todas a mulheres
A mais das desejadas...


voltar
******



Celi Poesias...Um cantinho especial

DESEJOS:


Meu nome é desejo
Meu nome é desejo
E vou te devorar...
Esfinge do prazer,
Podes me decifrar?

Metáforas sem fim
Escritas em êxtase
E sussurros.
Escuro e imensidão
Nas linhas de minha mão.

Boca de luar,
Beijos de veludo,
Leia meus códigos
Para entender tudo.

Mundo de símbolos
Desenhados na pele
E em segredos, dedos
De mar e correnteza,
Pele de fogo apenas para
A tua surpresa.

Sinta...
De olhos fechados, entrega...
Caçada selvagem,
Viagem pelo teu corpo
E paraíso...Te aconchego,
Te mordo e aliso...
Morres sem fim
Lá dentro
E tão dentro
De nós e de mim.

A fina arte de enlouquecer,
Delírio sem hora marcada.
Meu nome é desejo
Sou tua mulher encantada...

Doce momento de pêlos e pele,
Labaredas e explosão,
Sou teu fetiche, tua cama,
Tua emoção...

Silêncios, sons,
Murmúrios, sintonia,
Visto a fantasia
E o dia é madrugada,
Morada do céu,
Seios de mel,
Significados tatuados
Em cetim, jasmins
Enfeitando o coração.
Estrelas caindo no
Tapete e no colchão...

Meu nome é desejo,
E vou te ensinar a voar..
Abra tuas asas,
Jogue-se no vento da paixão,
Não tenha medo de cair,
Vim aqui apenas
Para tirar teus pés do chão.

Meu nome é desejo,
Tire tuas roupas,
Vista o meu prazer,
E deixe tudo mais acontecer...

  DE ELIANE

26 de nov de 2009

SONETO LXXXVIII:


Lembrar é fácil para quem tem memória. Esquecer é difícil para quem tem coração."
William Shakespeare
"SONETO LXXXVIII
Quando me tratas mau e, desprezado,
Sinto que o meu valor vês com desdém,
Lutando contra mim, fico a teu lado
E, inda perjuro, provo que és um bem.
Conhecendo melhor meus próprios erros,
A te apoiar te ponho a par da história
De ocultas faltas, onde estou enfermo;
Então, ao me perder, tens toda a glória.
Mas lucro também tiro desse ofício:
Curvando sobre ti amor tamanho,
Mal que me faço me traz benefício,
Pois o que ganhas duas vezes ganho.
Assim é o meu amor e a ti o reporto:
Por ti todas as culpas eu suporto".

AMIGO, Quão Nobre, Hoje Sei, o Sentimento
que Em Ti Perdura Há Tanto, Perdoa-Me
Por Não Ter Confiado no " QUILATE DESTE AMOR ",
Já Que Não Há Mais Dúvidas,
Sinto Muito Mas Terá Que Me Ouvir , Ainda Durante....
TE AMO...!!! TE AMO...!!!! TE AMO...!!! TE AMO...!!!!
William Shakespeare

25 de nov de 2009

NÃO LHE PROMETO MAS SE UM DIA VC PRECISAR ESTAREI AQUI:



Se um dia lhe der uma louca vontade de chorar, me chame...
Não lhe prometo fazer
sorrir,
mas posso chorar com você...

Se um dia resolver fugir, não se esqueça de me chamar...
 Não lhe prometo pedir para ficar,
mas posso fugir com você.

Se um dia lhe der uma louca vontade de não falar com ninguém...
 Me chame assim mesmo... Prometo ficar bem quietinha(o).

Mas...
Se um dia você me chamar
e eu não responder...
Venha correndo ao meu encontro...
Talvez eu esteja precisando de você!!!

 

Escrava do amor Sinto falta de você:


O seu prazer é o que busco contemplar,
Enquanto ouço palavras desconexas,
Proferidas por sua boca, num tom ofegante,
Até ouvir findar-se com o mais perfeito gemido.
Às vezes escandoloso, outras timidamente lacivo.
Prazer de quem se entrega, de quem quer prazer.
Prazer entre quatro paredes, prazer que testemunho,
Que admiro, quando estou com você.
Prazer de quem busca algo, de quem sem medo,
Quer o outro, invadindo seu corpo,
Mordiscando seus seios, deslizando a boca em sua vulva.
Prazer por prazer, apenas mero prazer.
Que contemplo.
Enquanto ouço.
Até ecoar no grito sem fim.
Do mais puro prazer.
Do mais arrebatador orgasmo.
(Fernando J. Silva)  Que vagam ao longe, distantes.
Que buscam na penitência, entender.
A razão dessa torpeza.
Dessa vontade louca de você.
Coração nem mais reclama.
Já tá mesmo acostumado a sofrer.
Nem se desmente, de tanto que alma sente.
Essa vontade louca que chega a doer.
Pensamentos, vão se embora.
Voam como pássaros.
Brotam como semente.
Machuca sem doer.
Pensamentos são assim.
Choro sem lágrimas.
Por causa dessa ausência de você.
(Fernando J. Silva)EUUUU TE AMO ,TE QUERO E SÓ TU NÃO PERCEBE ISTO PORQUE SERA? PRECISO SER + EXPLICITA? BJUSS MILL DA AVÍÃO

3 CAPITULO DA VIDA DE UMA PRINCESA A ANGELL:

SEM SABER ANGELL VAI CRESCENDO DIA A DIA ,SE TORNANDO UMA BELA MOCINHA QUE DOS CABELOS VERMELHOS AOS SEUS DEZ ANOS JA HAVIAM SE TORNADO LOIROSE MUITO ENCARACOLADOS  ,TAIS QUAIS DE UM ANJO MESMO , E AO CHEGAR AOS 12 ANOS JA ERA UMA MULHER ALTA ,LINDA COM TDS AS FORMAS DE MULHER MESMO ,MAS  AQUILO NÃO ERA O NORMAL DE MULHERES BRASILEIRAS NÃO ,POIS  BRASILEIRAS SÃO NA SUA MAIORIA  BAIXINHAS ,ELA NÃO ANGELL ERA ALTA PRA UMA MOCINHA DE SUA IDADE E ISSO REALMENTE CHAMAVA A ATENÇÃO DE TDS QD A VIAM PASSAR NAS RUAS OU ATE MESMO NAS SALAS DE AULAS NA ESCOLA , NESTA EPOCA ELA JA ESTAVA MORANDO NA MAIOR DAS CIDADES DO BRASIL SÃO PAULO ,SEUS PAIS MUDARAM-SE DO PARANA  PARA SÃO PAULO , E NESTE REDEMOINHO  NOSSA PRINCEZINHA DEU INICIO A UMA NOVA VIDA , UMA NOVA REALIDADE , DEIXOU PRA TRAZ SEUS SONHOS ,SEUS ANIMAIS QUE TANTO AMAVA ,SEUS RIACHOS ONDE PASSAVA AS TARDES BRINCANDO ,SUAS BONECAS DE ESPIGAS DE MILHO RSRS ,SUAS BRINCADEIRAS EM MEIO AS PLANTAÇÕES DE ALGODÃO /MELANCIAS /PALMITOS E MUITAS OUTRAS COISAS , MAS ESTAS LEMBRANÇAS NOSSA ANGELL CARREGARIA PARA O RESTO DA VIDA DENTRO DO SEU CORAÇÃO , E NISSO ELA VAI CRESCENDO E SONHANDO ,SONHANDO HJ COM OUTRAS REALIDADES , OUTRO MUNDO COMPLETAMENTE DIFERENTE DO QUAL TINHA VIVIDO ATE  AQUELE TEMPO , E COMO EM UM PASSE DE MAGICA NOSSA PRINCESA ,VEM MESMO A SE TORNAR PRINCESA ,DESCOBERTA EM  UMA LOJA   DE GRIFES FAMOSAS , POR UM HOMEM ,QUE A CONVIDA A FAZER UM TESTE  , E ELA O ACEITOU ,DESTE DIA EM DIANTE A VIDA DE ANGELL REALMENTE PASSOU A SER UM SONHO ,UM SONHO ONDE MUITAS MULHERES GOSTARIAM DE TE-LO VIVIDO OU MESMO NOS DIAS DE HJ 2009  SONHAM QUE ALGO ASSIM POSSA VIR TAMBEM A ACONTECER A ELAS ,MAS NOSSA ANGELL ,AINDA TERIA MUITOS PESADELOS E MUITAS ALEGRIAS NO MEIO DESTE SEU SONHO DE PRINCESA ,  >>> AQUI TERMINO ESTE CAPITULO ,CONTINUAREMOS AMANHA BJUSS MILL DA VALL E LINDA NOITE A TDS

23 de nov de 2009

PRIMEIRA PARTE DA MINHA HISTÓRIA :

AQUI COMEÇA A HISTÓRIA DE UMA PRINCESA TRANCADA EM SEU PROPRIO CASTELO DE SONHOS ,BOM DAREMOS UM NOME FICTIÇIO A ELA OK? SERA A NOSSA PRINCESA ANGELL ,UMA DE CINCO FILHAS DE UM FAZENDEIRO DOS LADOS SUL DO BRASIL A UNICA DAS 5 FILHAS + MIMADA DA CASA GRANDE , ANGELL ERA UMA GAROTINHA ,BONITA ,ALTA MAGRA CORPINHO LINDO CABELOS VERMELHOS COMO O FOGO ,NAO SEI COMO TINHA UM CABELO TÃO VERMELHO EM MEIO AS IRMÃS QUE TDS ERAM MORENAS APENAS UMA DAS 4 TINHA CABELOIS MEIO LOIRINHOS ,MAS NAO ANGELL ERA DIFERENTE EM QUASE TD DAS OUTRAS 5 IRMÃS , TINHA TD MAS VIVIA SEMPRE CALADA ,ATE QD BRINCAVAM NO RIO ,ANDAVAM A CAVALO ERA A + QUIETA DE TDS , FALAVA SÓ O BASICO E SE FALASSEM COM ELA ,MAS TINHA E TEM ATE HJ UM AMOR INCONDICIONAL POR ANIMAIS ,AMA A TDS SEM EXCESSAO ATE DE COBRAS ELA GOSTAVA E NAO TINHA MEDO ALGUM DE SE APROXIMAR DE UMA COBRA MESMO SABENDO SEREM VENENOSAS ,ELA TINHA 2 CAVALOS E MUITOS OUTROS BICHOS TDS QUE O PAI A PRESENTEAVA POR SABER QUE ELA OS AMAVA E CUIDAVA MT BEM DE TDS ELES ,ESTA PRINCESA FOI CRESCENDO SEMPRE TRISTE E AFASTADA DE TDS ,EM UMA QUASE COMPLETA SOLIDÃO ,VIVIA PRA ELA MESMO MAS ERA UMA MOCINHA LINDA APENAS MEIO DIFERENTE DAS MOÇAS NORMAIS , ANGELL NAO SABIA AINDA AS COISAS QUE A VIDA /O MUNDO E DEUS LHE RESERVAVAM NA VIDA >>>> CONTINUA

AQUI HJ COMEÇAREI A CONTAR A VCS A HISTÓRIA DE UMA PRINCESA SOLITARIA QUE TINHA TEVE E TEM DE TUDO ATÉ HJ ,MAS VIVE EM COMPLETA SOLIDÃO VCS TERAM A CADA NOITE UM CAPITULO DA MINHA HISTÓRIA :VALL

EU PERCORRENDO MEUS CAMINHOS AS VZS SÓ OUTRAS ACOMPANHADA MAS SEMPRE SEGUINDO EM BUSCA DE ALGO OU DE ALGUEM VALL:


Percorri tantos caminhos

Derrapei – Acelerei

Viajei – Ultrapassei

Encarei tantos desafios



Em cada nova trilha uma surpresa

A cada busca um recomeço

E nos desafios escondidos no tempo

No verso nas trevas sem fim

Eu fazia minha pausa

E aos anjos minha prece



Sem perceber tantos conflitos

Que me procuravam a mim se

apresentavam sem eu pedir



Na contemplação do universo

Da roda da vida eu cai

Refletindo minha alma

Nos atropelos do dia-a-dia

Eu crescia



Fiz-me senhora de desejos

E no amor um único olhar

Agora deixo tudo fluir

Neste maravilhoso mistério

Que é sobreviver

E em versos escrevo

Minha poesia ainda juvenil


Somos internautas

Invisíveis inteligentes e sonhadores.

Somos tudo que queremos ser



Sem nunca nos tocarmos

Somos ambiente da rede.

Vamos a outros lares

Sem invadir sua casa.



Somos amigos... Somos amados

Somos a mão que ajuda

E o teclado que ampara



Hoje somos cidadãos do mundo

Amamos a desconhecidos



Temos amigos temos amor

Temos a distância como amiga

A tela como rosto, o teclado como voz



Somos tudo que queremos ser

Temos amigos pelo mundo

Mas acima de tudo

Somos corações não somos máquinas



E gostamos uns dos outros

Assim como eu gosto de você. EU AMO VCS AMIGOS INTERNAUTAS QUE AJUDAM MINHAS HORAS PASSAREM SEM VCS NAO SOU NEM SERIA NINGUEM OBRIGADA POR EXISTIREM AMO VCS VALL

22 de nov de 2009

SAIBAS:


Sabes 
  
Sabes!...
Espero que digas que sim
À carta que não te enviarei nunca
Sabes,
Receio que não compreendas ou que te faças desentendida
Aos sinais que te lanço nesta confissão contida
 
Imagino que não saibas
Mas ardo numa louca ansiedade
Tão louca quanto a minha paixão tardia
E se me olhas, se me vês, homem maduro tonto!
Não sabes quão jovem o meu coração se sente
Como o amor altera a tonalidade dos dias!...
Como a esperança pode ser luz encandeada de ilusão!...
 
Sei que não me imaginas
Que não divisas outro horizonte que não o teu
Sei isso tudo e isso tudo renego
Esperançado que o meu sorriso
Se torne o dardo do cupido
A encaminhar-te para mim
Tal como eu estou encantado por ti
 
Sabes,
Devia guardar segredo
Abafar na alma este supremo enlevo
Mas se não desabafasse
Como conseguirias adivinhar tal amor?
Como poderias decifrar além dos “olá” de circunstância
Que há um “amo-te” fogoso
Prestes a saltar das cordas da minha garganta
Ah, mas tu não sabes
Possivelmente nunca saberás
Porque não queres saber
E possivelmente eu nunca te direi
O que talvez gostasses de escutar
 
Imagina…
É só um passo o que nos está a separar.

MINHA MENSAGEM PESSOAL :


Mensagem Pessoal



     Se me sentisse iluminado gostaria de escrever uma história de crianças para adultos. Uma história onde se falasse de amor, de educação e de paz.
    O amor é o sentimento que valoriza a amizade aos pais, aos irmãos, aos amigos, aos seres humanos em geral e também aos animais nossos amigos e a todos os outros menos afáveis. Mas o amor é também admirar e gostar das flores, das plantas, tratar das árvores, apreciar as fontes, os rios e os mares, evitando estragar e poluir o que de melhor a natureza nos ofereceu.
    A educação é aprender a saber. Aprende-se a ter bons modos, a saber comportarmo-nos em sociedade e à mesa, a dar o lugar sentado a um idoso, a um deficiente ou a alguém a quem faltou a sorte de ter a mesma saúde que nós. A educação é ter a curiosidade de aprender a ler e a escrever para nosso proveito, mas igualmente para poder ajudar os outros sem egoísmos nem altivez. Cultos, somos ricos, porque não há maior fortuna que a educação do conhecimento.
    Por fim gostaria de escrever uma história de paz. Infantil e adulta. Infantil, porquanto ingénua e pura, estivesse livre de segundas intenções e os mais velhos nela se identificassem e fossem capazes de a interpretar e de a assimilar, porque cansados das obrigações diárias, chegam a casa irritados, impacientes e renitentes em se empenharem na família. Adulta para lhes sussurrar veementemente que só temos este planeta para viver, o qual devemos estimar e proteger, e que só reconhecendo a igualdade de direitos a todas as raças que vivem neste mundo é que podemos ter a ambição de coabitar melhor e em harmonia. Pudesse por fim sugerir que repartir um pão com quem o não tem é estimular a amizade.

ESBOÇANDO 2:


Esboçando 
XIV
 
Esta obscuridade vinda da noite
É a falta de claridade no meu interior
Em que privado da tua amizade
Até mesmo o sol,
Envergonhado e tímido,
Se escondeu por tempo indeterminado.
Os chorões do meu idílico jardim
Mirraram de ansiedade
A maleita minou-lhes as pendentes ramadas
E a folhagem amareleceu e ressequiu
Prenunciando o epitáfio indesejado:
“Aqui jaz singelo
Um amor imortal”
Que perdure a mentira
A mim sempre me fez mal.

ESBOÇO:


Esboço
VI
 
 
 
 
Sei do meu caminho
As balizas que o destino
Foi colocando para domar
As margens do meu leito
De selvagem tornei-me curso manso
E só quando as desventuras me provocam
Turvo de raiva e de furor
Na Afurada despejo o mau humor
E confio à Foz da minha foz
Os segredos que fui guardando
Consciente que na noite do meu dia
Hei-de encontrar a calmaria 
 

NÃO RETORNO:

Não-Retorno




 
    Vou-me esvaziando com o que se vai sumindo da vida. Alguns adoecem, outros partem voluntária ou irremediavelmente. Mesmo se não os amo incondicionalmente, fica-me a saudade do que foi, como a recordação do brinquedo que se estropiou, apesar mesmo de ter caído em desuso, a angústia do não-retorno tomba bruma sobre mim, e sem lágrimas, choro os pedaços de lembrança, idos no escoar das águas ao longo dos renques de salgueiros, que  perdem a folhagem, e comigo envelhecem.
    

ESTOU A DEIXAR:

Estou a deixar-me emaranhar numa teia de considerações viperinas. As queimaduras não se curam com álcool e alimentar fogos não é um hábito meu. Acontece que nem sempre está nas nossas mãos evitar incompreensões. É certo e sabido, reconheço-o, que escrevo mal, que é evidente e exasperante o meu mau gosto e falta de qualidade literária. Agradeço no entanto a quem se sente incomodado com a minha mediocridade que se poupe a si mesmo o desespero de me prestar atenção.
 
 
    As histórias que acabam em quebra de amizade ou em desamor conflituoso são virulentas. Aglutinam contra si ódios e acerbidades, maledicências irreflectidas que em certos casos eram insuspeitados poderem existir. O ser humano é fértil em surpresas; sublima-se e avilta-se, quantas das vezes sem se dar conta que está enredado numa gigantesca mentira pessoal na qual crê sinceramente. É quando se desguarnecem as emoções cúmplices e se desfazem os laços da proximidade, que a nu, se espelham na clareza do ser o que interiormente se é. Poupo-me as considerações. Felizmente cada criatura é diferente.
 
 

    Desconheço encanto maior do que a natureza a espigar.
 
 

NUNCA ME PREOCUPEI EM SABER:


Nunca me preocupei muito em saber se sabia o que os outros achavam conhecer. Procurei e intento, isso sim, alicerçar um raciocínio e uma forma de ser e de estar pessoal, nem sempre coincidente e concomitante com o que esperam de um semelhante tal qual eu. Por ordem da essência cósmica, em que massa e espírito se fundem metafisicamente, sinto-me alheio e presente, participativo e ausente, em um estádio brumoso, nunca inerte e jamais vegetativo, curioso quanto baste, em aprendizagem sabatina constante.
 
 
    Regressei aos montes que vira verdejar e me roíam de nostalgia pela placidez agreste que deixam transparecer. Volvi ao coração das origens e comemorei com os matagais as matinas orvalhadas.
    Que alegria atenuar estas saudades! Que terapia na alma de quem é terra e xisto! E sente, com os olhos que o mundo viram, ter sido aqui, entre giestas na flor da rebeldia, que aconteceu o natal do homem que em mim não caberia.
 

HORIZONTE:


Horizonte
  

Não tenho horizonte em mim
O único está lá fora, num mundo que me é estranho
Eu, que não sei para o que vim
E que acabei por me julgar odor
E forma concreta
E até mesmo flor
Sucumbi num pôr de sol medroso
Obscurecido pelas ilusões
Que o desassossego teceu para mim.

21 de nov de 2009

O NEGRO:


NEGRO

Dia da Consciência

“Estamos em pleno mar” das desigualdades sociais,
Afundando no veleiro antigo da discriminação...
Chicoteando com os olhos os de costumes tribais
Indiferentes à fome, ao humano, aos desta nação. “Estamos em pleno mar” de conflito ideológico,
Presos à mesma corrente do orgulho e preconceito,
Distraímos no mar do ego, do ciúme e “meu” direito,
Sem notar deveres, a fome, a sede, d’outro, é lógico.
“Estamos em pleno mar” loucos no tempo, sem tempo,
Atravessamos o dia, a avenida, só a alma d’outrem não.
Descuidamos do homem porque pensamos em aumento
As crianças não terão futuro na nossa nação, nem coração.
Quando um corpo cai assustamos, só por um instante.
Esquecemos, temos que ir buscar e esmagar o porvir...
Escravizamos nosso ser, o ter, o viver, o modo elegante.
Pisamos, estupramos, abusamos da vida sem sentir.
“Estamos em pleno mar” das cotas, das notas, das mortas...
Crianças pelo crack, sem rumo, sem sina, sem nada.
Jogamos a âncora no dinheiro, no crédito, no cartão,
Na loteria, na correria, na fantasia, na depressão.
Do negro vemos pigmentação, do índio, nem a cultura,
Do branco, só a pele, do oriental, piada tradicional,
Do pobre a ignorância. Do rico achamos que o ter é a cura...
Por que mínimas diversidades, preconceitos criaram esse mal?
“E disse Deus: façamos o homem à nossa imagem”
Se formos assim, então Deus é um ser todo colorido.
Com sentimento, paixões, ilusões, vontades e amigos.
É dia de termos uma consciência que somos humanos.
Consciência que somos humanos... Humanos!
Iguais a ele, a nós, a vós, a “eu”, a “tu”, a todos.
Consciência negra, branca, indígena e das etnias.


de Daniel Rosa da Silva
Americana - SP - por correio eletrônico

RESPOSTA DE UM NEGRO :


Resposta de um negro

Mesquinhez, sim é mesquinhez!
falar de negros como se não fora gente,
porque embora com a epiderme negra,
é como o branco que tem alma e sente.

Fala língua! Porque tu és carne
e por isso mesmo hás de perecer,
ficando a alma imortal sem cor,
que os nossos olhos não a podem ver.

A pele é negra, sim, esta nós vemos,
porém apenas distingue a raça;
com a pele negra posso ter por dento,
um'alma branca como o é a garça.

Embora negra seja a minha pele,
meu interior é alvo como o lírio,
por isso quando depreciam a um negro,
saio sorrindo sem sofrer martírio.

Sou negro sim, disto me orgulho,
meu sangue é puro, é sangue varonil,
se meu país é grande e valoroso,
se deve ao negro isto que é o BRASIL.

O negro é forte resiste às intempéries,
chuva, sol, sereno, frio, calor,
trabalha sempre sem cansar os braços,
porque o negro trabalha por amor.

Por amor, sim, amor à liberdade
que lhe fora devolvida um dia,
pela Princesa que assinou a LEI,
chamada ÁUREA, a Lei da Alforria.


de Joelson Araújo Matos
Itabuna - BA - por correio eletrônico


CONCIENÇIA:


Consciência


Para que o racismo vá embora
Precisamos nessa hora
Termos consciência
De que tanta violência
Só nos leva à decadência Temos que lembrar
Que o negro aqui está
Sempre para ajudar
Nas lavouras trabalhando
Na culinária alimentando
Na nossa cultura sempre aprimorando
A falta de decência quer os negros separar
Dos brancos mas não vai dar
Pois o Dia da Consciência Negra prova
Que no Brasil tudo renova
E todos têm seu lugar.


de Gabriela Gomes
Salvador - BA - por correio eletrônico

AS MINHAS SINAS :


Sina Menor
 
 
Na palma da minha mão
Diz-me a cigana vidente
Ver nas linhas traçadas
Fatalidades pendentes
 
Conta-me não ver o amor
Nem sinais de felicidade
Confessa até ter temor
De me revelar a verdade
 
Lembra-se ter ouvido uma lenda
Remontando à antiguidade
Da memória dos tempos oriunda
Narrada na comunidade
 
Relatavam as velhas ciganas
Nos serões do acampamento
Inflamadas pelo crepitar das chamas
Em noites de frio e de vento
 
Que um ginete galego
Errava p'las aldeias serranas
Dia e noite sem sossego
Demandando amor e fama
 
Desencantado de procurar
Chorou a juventude esbanjada
Até no seu rosto se sulcar
Um rio de mágoas abafadas
 
Trotou por montes e vales
Pisou a fronteira e partiu
Para afogar os seus males
Junto ao pequeno rio dormiu
 
Diz a lenda talvez incerta
Que o sol o foi encontrar
Com a palma da mão aberta
E nela uma flor a germinar
 
Animado por tal ventura
Decidiu junto ao rio ficar
Convencido de que a fortuna
Acabara de o bafejar
 
Desperta do transe a cigana
Diz em mim ver outra sina
Mais sombria e mais profana
Pouco risonha e franzina
 
Suspirando à’rrematar
Sorri, de sorriso maroto
Aconselhando-me para não me cansar
Que corra sempre por gosto.

FALTA-ME TUDO :


Falta-me tudo o que tenho para ser feliz, porque a insatisfação…
    Espera! Vou reordenar o raciocínio e excluir alguns advérbios.
    Começo a repetir-me. Eu que abomino repisar as palavras, salvo quando pretendo dar ênfase a uma ideia, concluo-me despido de conteúdo e vazio de inspiração. Ah se fora como os outros! Os que são alegres, nulos na sua vanidade. Prosseguir o destino anulando-me, erguendo o estandarte da não-existência. Rasurar-me como a frase escrita a lápis na folha parda da sebenta das intenções. Atribuir à angústia a responsabilidade do desencanto e culpabilizar a náusea pela incapacidade do riso. Sei de florestas que jamais pisarei onde os animais continuam selvagens. Conheço a existência de montanhas cravejadas de grutas em cujas abóbadas as estalactites se conservam virgens. Idealizo-me gota cristalina a descair pelo calcário. Sonho… Mas acordo, e pela janela aberta da manhã, entra a frescura do dia, e o rebuliço ruidoso da civilização desperta-me para o egoísmo competitivo em que cada qual, eu incluído, só presta atenção ao seu pequeno umbigo.  

NÃO DEVO PERMITIR:


Não devo permitir que a raiva se aposse de mim. Podem chover estocadas e das negras e ameaçadoras nuvens caírem cântaros de fel sem que por tais contingências abdique ou retroceda no rumo que tracei para mim.
    Há combates fáceis e vitórias impossíveis. Ocasiões soberanas de descrença, espreitando quais salteadores dissimulados em qualquer esquina, prontos a saltarem das sombras, imitando os farrapos que a ventania agita e os transfigura em vultos fantasmagóricos que rabiscam uma trama nas nuvens, ao critério da imaginação de quem os vislumbra.
    Tecer um enredo é observar. A verdade não existe a não ser os proveitos que dela colhemos. E se a realidade é inexistente e dela retiramos frutos, as ilações terão que ser consentâneas com a institucionalizada noção de uma génese cultural. Esta dedução pessoal sugere que me estou a contradizer visto o vazio não gerar nada. Na esterilidade dos desertos, e eu sou areia, estalam os cristais, o que pressupõe uma alteração de estado, e toda a mutação implica Ser, ou estarão as ciências confundidas? Presumo que a vida é a transformação de qualquer matéria ou estado e as sensações são a vida na forma animal. Sendo o pensamento a reflexão do sentir (porque não serão os animais eles todos racionais, ou são-o em inaproximáveis paralelismos), as sensações são o motor da esquematização do pensamento, e perdoem-me a polémica, qualquer ordenação é um aviltamento dos impulsos naturais porquanto o acto de pensar é em si mesmo, tanto para o mal como para o bem, a castração dos imprevisíveis instintos.  

20 de nov de 2009

O ANJO NEGRO:

Anjo negro

Quando nasci um anjo negro,
desses que tanto protegeram os escravos me disse:
Vai Janda! Desbravar o mundo
Função muito difícil para quem é filha da escravidão
Minha história me vigia, e a pobreza me perseguia
A vida não é cor de rosa
E exclusão já havia
Os ônibus passam cheios de fome, desemprego e marginalização
Por que tanta desigualdade meu Deus
Pergunta o olhar perdido

Porém minha boca
não pergunta nada
tenho medo de repressão
o homem de colarinho branco,atrás do volante
é sério, convicto e dominador
Não precisa fazer quase nada para progredir
Meu Deus, porque me abandonaste
Se sabias que eu não era da elite
Se sabias dos 100 anos de escravidão

Vida vida dura vida
Se eu me chamasse Isaura
Seria personagem de romance, de novela
Sofreria por não corresponder a um amor
Saberia tocar piano, sentar-me à mesa e escrever poemas
Mundo, mundo vasto mundo
Mais vasta é a minha desilusão
Eu não devia ser assim
Mas as escolas, a falta de oportunidades
A falta de sonhos, o racismo velado
Esta falta de expectativa
esta falta de seriedade, de políticas públicas
Não me desviarão da minha missão.


de Jandaíra Fernandes da Silva
Gandú - BA - por correio eletrônico


vale a pena pensar nisto:


A paciência não é um vitral gracioso para as suas horas de lazer.
É amparo destinado aos obstáculos.

A serenidade não é jardim para os seus dias dourados.
É suprimento de paz para as decepções de seu caminho.

A calma não é harmonioso violino para as suas conversações agradáveis.
É valor substancial para os seus entendimentos difíceis.

A tolerância não é saboroso vinho para os seus minutos de camaradagem.
É porta valiosa para que você demonstre boa vontade,
ante os companheiros menos evoluídos.

A boa cooperação não é processo fácil de receber concurso alheio.
É o meio de você ajudar ao companheiro que necessita.

A confiança não é um néctar para as suas noites de prata.
É refugio certo para as ocasiões de tormenta.

O otimismo não constitui poltrona preguiçosa para os seus crepúsculos de anil.
É manancial de forças para os seus dias de luta.

A resistência não é adorno verbalista.
É sustento de sua fé.

A esperança não é genuflexório de simples contemplação.
É energia para as realizações elevadas que competem ao seu espírito.

A virtude não é flor ornamental.
É fruto abençoado do esforço próprio que você deve usar
e engrandecer no momento oportuno.


André Luiz

Amado Pai,:



Amado Pai,

Depois de tantos percalços e de tantas estradas percorridas
volto a ti confiante e trazendo um ramalhete de lembranças
daqueles primeiros anos da vida.

Venho, humildemente e com o coração cheio de esperança
colocar em teus braços e em teu coração a minha criança querida procurando, com a tua divina ajuda, recompor os registros daqueles anos em que eu naturalmente acreditaria
que o mundo é BOM

Que eu saiba resgatar, de forma amorosa e inteligente
com a sabedoria do adulto, a meiguice da criança
que se encanta com tudo o que sente, vê e aprende.

Devagar, pacientemente,
quero construir um mundo novo para a minha criança.
Um mundo cheio de carinho, afeto, de coisas simples,
mas significativas  um mundo gostoso de se viver,
bem bonito e aconchegante.

Um mundo que é só meu, mas que agora abraça e incorpora
tantas pessoas amigas e queridas que de mim passaram a fazer parte por causa da NET, da amizade virtual verdadeira e da arte!

Quero voltar a sentir, a viver e a acreditar  que,
apesar de tudo e de todos sou fruto do AMOR.
Ajuda-me, amado Pai!
Amorosamente, eu creio, Senhor!

Ir. Zuleides Andrade
30 de julho de 2003
(Repasse com os devidos créditos)

VENHA COMIGO :




Quando você estiver triste e nada
 mais restar em seu coração,
me dê a mão e vamos caminhar.
Um jardim especial eu vou lhe mostrar.
Caminhe comigo, erga a fronte,
levante a cabeça e
verás o horizonte.
A vida é bela,
não se esqueça.
 Se os pés doem, as pedras machucam,
troque os sapatos.
Os fortes não desistem,
buscam alternativas,
sempre lutam.
Caminhe comigo, respire fundo,
sinta o cheirinho bom do mato,
confie no mundo.
Venha, você é meu amigo.
A amizade encoraja amigo querido,
a caminhada é longa,
mas não estás sozinho.
O jardim será seu refúgio,
seu abrigo...
Venha comigo!     

 (Texto de Sandra Cecília)

VOE VOE MUITO SEMPRE:


Sois apenas pássaros perdidos
Que num pouso forçado,
O desânimo visitou.
Mas quantos voam ao teu lado...
É só erguer tua cabeça,
Abrir tuas asas e seguir teu rumo.
Segue o barulho das águas.
Segue teus iguais, volta,
Cumpre teu papel,
Ocupa teu espaço outra vez.
Sois apenas pássaros perdidos
Que o descuido cobrou...
Agora é preciso que sejas corajoso.
Pássaro colorido,
Que percorre o céu com habilidade,
Enfeitando a vida de tantos olhos,
Volta a voar!

Simão
Texto autorizado pela: SEGRAV
(Repasse com os devidos créditos)

Aceitação:


Aceitação



Por que simplesmente não aceitas os fatos
e vives a vida com tudo que ela te oferece?

Te perdes e perdes tanto tempo procurando explicações
 para as explicações, que a razão verdadeira acaba ficando terrivelmente mutilada, transfigurada,
e o fato perde a razão de ser.
 

É na simplicidade e na alegria com que vives
e realiza as tarefas, desde as maiores até
as menores, que encontrarás respostas.

Quando cessarem tuas buscas e tua alma aceitar
"sem lutas", todo o teu dia-a-dia, terás então,
enfim satisfeita, tua necessidade de questionar.

Verás simplesmente o que simplesmente recebestes,
e distribuirás fartamente o que simplesmente tens na vida:
a própria vida!

"Aron"
Texto psicografado
Publicação Autorizada pela SEGRAV

17 de nov de 2009

VLL HJ AQUI SÓZINHA E CHORANDO MUITO AFII COMO SOU MÓLE GOSTARIA DE SER MAIS DURA COM A VIDA E COMIGO MESMA TB MAS NÃO CONSIGO NEM POSSO POIS SOU HUMANA TENHO SENTIMENTOS :

PARA VC ALGUEM MUITO ESPEÇIAL:

HJ DOU VALOR A TUA PERDA SERA QUE TE PERDI? NAO QUERO NEM VOU CRER NISSO AINDA TENHO ESPERANÇAS :

VOU TE CONTAR UM SEGREDO

ACEITE-ME DA MANEIRA QUE EU SOU:

Aceite-me da maneira que venho...


Eu cheguei até você assim,

Desse jeitinho que sou;

Cheguei como um presente

E como um brilho de luz na escuridão...

Por isso não trago manchas...

Sou uma pessoa comum, entre tantas outras...

Tenho a sensibilidade do amor

E tenho também todas as dificuldades de um ser humano...

Não tenho a pretensão de ser perfeita

E nem tampouco a prepotência de querer estar além do que posso...

Tenho, contudo, a humildade de conhecer meus

limites,

E de saber onde posso chegar!

Eu sou alguém que vive...

Que sonha...

Alguém que busca caminhos de realizações,

E de felicidade...

Sou alguém, que sofre que luta, que chora...

Mas também sou alegria e sorrisos...

É assim que sou,

E como todo meu semelhante, sou único,

Sou indivisível...

E se você me procurar dentro de mim,

Me descobrirá escondidinha na emoção...

E se olhar bem devagarzinho,

Bem direitinho...

Verá que sou toda coração!


(Maria Célia da Rocha)POR FAVOR ME ACEITE E ME AME DO JEITO QUE SOU MEU AMOR  :VALL

SOU UM POEMA INACABADO:


Hoje parei...

Observei ao meu redor...

Busquei as respostas...

Estacionei no coração

Voltei no tempo, optei pelo presente...

Mesmo o passado estando presente.



Foi uma longa caminhada...

Por horas quis abandonar

Horas quis voltar...



Mas optei pelo rumo

Andei sem prumo...

Em meus caminhos...



Busquei muitas coisas...

Encontrei meu eu

Achei o sabor da vida

Em lugares que menos esperei...



Descobri que posso amar

Que posso sonhar

Que tenho uma luz a me guiar

Uma luz a brilhar

Que tenho um caminho a trilhar...

Aqui é meu lugar...

(desconheço a autoria)Estufarei o peito e gritarei ao mundo

Que há em mim a esperança de ser feliz...

É que perdi a coragem em alguma esquina

Ou a felicidade não me quis!



Logo eu, que sempre fui tão atrevida,

Passei a aceitar restos e migalhas...

Como se a vida não tivesse alternativas

e me sobrassem apenas as tralhas!



Ah... Que tolice é aceitar a falta de atitude,

O conformismo de que não se pode nada mudar!

Tá na hora de dar meu grito de guerra

E, de mangas arregadaçadas... revolucionar!



Serei o espelho de minhas vontades

E passarei por cima de tudo que me deixa triste...

E se me contrariarem, ou me condenarem,

De mim farei defesa, com dedo em riste!



Não quero mais viver de lamentos

Pois não escolhi a tristeza pro meu destino!

Vou virar a página, vou chutar o balde

E da felicidade farei meu figurino!



E com um sorriso estampado

Vou mostrar ao mundo quem sou eu

De pacto firmado com a vida

E com a alegria que me escolheu!

(Mell Glitter)
BJUSSS MILL VALL

HANNN ESTES HOMENS MAS AMO A UM DELES EM ESPECIAL VIU? E ELE É VC AMOR:


Ah! Esses homens

malandros

meninos

que nos beijam

com olhar libertino...

Ah! Esses homens

adorados

amigos

amantes

namorados

que nos despem no olhar

que nos levam

às estrelas

e nos fazem bailar...

Ah! Esses homens

cavalheiros

safados...

que nos mapeiam

o corpo

nos possuem

com gosto...

É por eles

que retocamos

o baton...

16 de nov de 2009

MINHA NOITE HJ SEI QUE SERA DOSE SÓ LAGRIMAS E MAIS LAGRIMAS :



É curioso como não sei dizer quem sou.
Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer.
Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar
não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente
no que eu digo. "

Não somos donos de nossos atos

"Enquanto eu tiver perguntas e não houver resposta, continuarei a escrever."

Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim...
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível...
E que esse momento será inesquecível...
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre...
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém...e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho...
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento...e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe...
 
 
"Enquanto eu tiver perguntas e não houver resposta, continuarei a escrever."AMO VC
 

HJ ESTOU SÓ E CHORANDO MUITO ACONTECERAM COISAS TRISTES COMIGO DURANTE O DIA DE HJ E AGORA A NOITE TAMBEM QUERIA CÓLO ,CARINHO E AMOR E NÃO TENHO :


Lápis de Cor

Seria tão diferente...


Seria tão diferente
Se os sonhos de que a gente gosta
não terminassem tão de repente
Seria tão diferente
Se os bons momentos da vida
durassem eternamente
Seria tão diferente
Se a gente de que a gente gosta
gostasse um pouco da gente
Seria tão diferente
Se quando a gente chorasse,
fosse só de contente
Seria tão diferente
Se a gente que a gente ama
sentisse o que a gente sente
Mas...
É tudo tão diferente!
Os sonhos de que a gente gosta
terminam tão de repente...
Os bons momentos da vida
não duram eternamente...
A gente de que a gente gosta
nem sempre gosta da gente...
Das vezes que a gente chora,
poucas vezes são de contente...
E a gente que a gente ama
não sente o mesmo que a gente...

Amigo é assim...


Amigo é aquele que estende as mãos, sem que você precise.
Aquele que em dias de chuva, já sai com um hiper guarda-chuva,
Para proteger os dois.
Aquele que conta moeda por moeda para pagar um delicioso sorvete.
Aquele que se transforma em palhaço para nos fazer sorrir.
Aquele que divide a sobremesa.
Aquele que em quase em todos os planos, quer te colocar
Passeios ao parque, cinema, lanchonetes...
Sempre tem um bom programinha no fim de semana para bons amigos
Aquele que fala com você praticamente todos os dias, e em apenas algumas horas, quer saber se tem novidades...
Aquele que sempre pergunta se você é feliz.
Amigo Verdadeiro é muito raro,
É como ter dois anjos da guarda...
Um enviado dos céus, e um enviado da vida,
Ambos criados por Deus
E já programados para entrar em seu destino.
Amigo simplesmente é aquela parte que falta em nós:

O que me Falta

O que me falta não permite que eu te diga o quanto você é especial pra mim.
O que me falta não permite que eu assuma que sem você eu não vivo.
O que me falta não permite que eu fique com raiva de você, isso é bom porque assim não consigo te mandar embora.
O que me falta não permite que eu consiga dizer te amo, por causa disso vivo com o coração apertado.
"Preciso de alguém, que me olhe nos olhos quando falo; que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência e ainda q não me compreenda, respeite meus sentimentos. Preciso de alguém que venha brigar ao meu lado, sem precisar ser convocado. Alguém amigo suficiente para dizer-me às verdades que não quero ouvir, mesmo sabendo que posso odiá-lo por isso. Nesse mundo, preciso de alguém que creia nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível: O amor. Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa. Preciso de um amor, que seja amigo e que também seja companheiro nas farras, nas guerras e alegrias, e que no meio da tempestade grite em coro comigo: “Nós ainda vamos rir muito disso tudo”... e ria muito! Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo, mas posso escolher meu amor. Nessa busca empenho minha própria alma, pois com uma pessoa verdadeira, a vida se torna simples, mais rica e mais bela." PRECISO HJ E SEMPRE DE VC VOLTE PRA MIM  :VALL