Pages

26 de jun de 2010

PARE

PARE!

Pare!

Pare tudo!

(Grito mudo)

Vou descer.

Espairecer.

Já resolvi.

Eu decidi.

Sou invisível.

Parece incrível!

Mas é verdade.

Que maldade!

Tudo inútil.

Mundo fútil!

Sem paixão.

Nem emoção.

Tudo calculado.

Esquematizado.

Daria certo.

Bem esperto!

Mas, uma falha.

Que me valha!

A alma me resta.

E não se presta.

Estou saindo.

Vou sorrindo.

Driblei a vida!

0 comentários:

Postar um comentário