Pages

8 de set de 2011

Desencontros e Encontros..../DEA

Desencontros e Encontros

Sou a dualidade em pessoa. Não é incongruência ou fraqueza de idéias, tenho certeza das coisas que sinto, e procuro conciliar os sentimentos ambíguos. Há em mim, características que se opõem, mas coexistem. A habilidade de observar o mundo por dois lados é um aspecto do universo feminino, principalmente depois que a mulher passou a agir como um ser pensante, onde aliou sensibilidade e inteligência. Eu pareço ter aguçado ainda mais esta peculiaridade. Que nem uma adolescente que vive em conflitos, eu vivo em guerra com a emoção e a razão. Sou consciente e racional, procuro a clareza das coisas, gosto de explicação pra tudo. Ao mesmo tempo, sou idealista e romântica, acredito em utopias, vivo com emoções a flor da pele. Se por vezes sou fria, critica e direta, por outras sou maleável, enfeito e adoço. Tenho segurança ao me expressar e incerteza nas relações. Odeio ser posta a prova, mas sou fã de uma discussão. Em situações novas, posso tornar-me extrovertida para perder timidez, disparo a máquina de falar pra disfarçar a insegurança.

Odeio opiniões formadas. Nossas convicções são geradas pelos momentos vividos. Não é que as promessas anteriores, as crenças, as juras de amor, tenham sido ditas de maneira falsa, não foram, sou sincera demais. Todavia, verdades de ontem podem não servir pro hoje. Costumo cumprir o que prometo e ser fiel às minhas crenças, mas não vou dizer que nunca tenha mudado de opinião. Dizem que sou contraditória. Porém, me acho mais complexa do que paradoxal. Não é por falta de personalidade que por vezes mudo alguns conceitos. É por aprendizado, vivência, evolução. Em essência, não mudo. Contudo, acredito que seja importante para o amadurecimento aceitar novas condições, ver o mundo com olhares cada vez mais amplos e claros. É bom aprender. Ser previsível e sempre sensato é sinal de que não se está vivendo. O passar do tempo, a lida com outras pessoas, as atividades realizadas, tudo isso nos empurra para mutações. Sou demasiadamente humana. Erro. Perco-me. E é dessa forma que aprendo. E me encontro.

COISAS DE PÉLE.../DEA

pele.jpg

Na pele
o frio é cortante,
Me faz querer um outro corpo…
Pra aquecer.

Na pele
o fogo é alucinante,
Desejo uma outra pele…
Pra congelar.

Arrepio frio que incendeia,
Fogo que petrifica.
Na superfície fina e macia
da pele
o quente faz molhar,
umedecer.

O branco fica mais claro,
O que for escuro transparece.
Tato, cheiro e cor:
Sentidos!
Exalados!
Vistos!
Na pele

DECIFRA-ME!.../DEA



DECIFRA-ME!
no silêncio do olhar
quando nossas bocas
e mãos se colam
no fogo de um beijo,
e vagarosamente,se calam
na volúpia do desejo.
Decifra-me
mistérios e medos,
o vicio da pele,
pecados e vícios
que os lábios secretam,
verdades e fantasias
disparates e delicias
indiscretas ,
só minhas…
E agora decifra-me…
para que se torne nossas.

VOCÊ É MEU ÊXTASE.. .../DEA

VOCÊ É MEU ÊXTASE..
Quero colar-me em teu corpo. chegar devagar ,tocar seus cabelos Beijar sua boca , sentir seu cheiro Quero te mostrar meus seios,para tua boca me desejar Sentir seus dedos deslizando, acariciando me excitando . Sinta o perfume que sai do meu corpo O calor e o sabor do prazer que sinto Quero beijar,sugar seu corpo…te saciar Sentir teu sabor de amor Quero te ver cansado,ofegante E com vontade de continuar…Porque estou aqui,queimando…Úmida, explodindo , eternamente disposta a te amar…O teu olhar sereno e inquisitivo Sem qualquer precaução Me desnuda lentamente…O medo e a incerteza Desaparecem como mágica E centelhas inflamadas Aquecem meu corpo Dando vazão a conscientes E inconscientes desejos…Esqueço o mundo lá fora E tudo se transforma.No ar, um longo e esplêndido Grito de prazer…Somos apenas êxtase!!!
(`“•.¸(`“•.¸ ¸.•“´) ¸.•“´)¸.•“´)

Promessas...

Prometo invadir teu peito,
arranjar um jeito
de te pedir perdão.
Prometo entregá-lo inteiro,
em meu devaneio,
como uma oração.
Prometo invadir sua cama,
te fazer gemendo,
gritar que me ama!
Prometo que serei ousada,
totalmente preparada,
para ser desejada.
Prometo invadir teu corpo,
com tanto ser o meu gosto,
te encher de amor.
Prometo que será marcante,
sentidos flamejantes,
...nunca será bastante.
Prometo invadir tua privacidade,
não medir tua idade,
te chamar de criança.
Entreguei-te minha liberdade,
meu tempo, minha vida,
teu amor é minha única necessidade.
Prometo invadir tua herança,
sorver tua esperança,
promover tua matança...
matança de amor
que eu vou invadir...
Prometo que da morte farei vida,
a esperança redimida,
uma invasão totalmente permitida.
Prometo invadir tua guarda,
te despir da farda,
fazer-te entregar.
Prometo baixar a guarda,
meu corpo ansiosamente te aguarda,
com desejos à saciar.
Prometo invadir tua praia,
te deixar sem saia
e mesmo sob tua vaia,
te fazer me amar!
Prometo atender teus apelos,
eximir-me em desvelos,
amar-te por inteiro.
Prometo invadir tua pele,
deixar que me sele,
me fazer voar.
Prometo que ao ser tocada,
minha pele por você marcada,
amarei despudorada.
Prometo invadir tua boca,
afogar quase louca,
tua voz que quer gritar.
Prometo que selarei nossos beijos,
molhados de desejos,
com gritos mudos de paixão.
Então promessas de invasão,
serão tuas, as minhas promessas
pro teu coração!!
Assim todas promessas cumpridas,
parceiros por toda vida,
viveremos a saudade,
dessa noite de tentação!


(Carlos Duarte//Tânia Regina)

BEIJOS EXTASE TOTAL!....DEA

BEIJOS EXTASE TOTAL!



BEIJOS EXTASE TOTAL!
Me deito a tuas costas
enlaçando tua cintura
encaixando meu corpo no teu
te deixo descomposta
desalinhada, insegura
me enfio em teu breu
*
enrosco meu dedo em teus cabelos
alterno o ritmo
vou fundo
e volto à tona
me deixo levar por teus gemidos e apelos
sigo teus instintos
te coloco no comando
minha pequena amazona
*
enlouquecida fêmea cavalgando
à luz da lua
como uma ninfa no campo
em pelos, toda nua
*
te ponho de lado
e retomo as rédeas da situação
selvagem e delicado,
te jogo no chão
*
tuas garras em mim saciam tua sanha
como um animal, te aperto, te mordo, te lambo
te agarro e, no cio, você me arranha
me apresenta um paraíso de gozo e encanto
*
Te devoro por inteiro.
O corpo todo sem mastigar
depois me desfaço contigo
e, com um único grito,
botamos fogo no mundo e caímos exaustos
*
mortos de tanto amar…
Chegamos ao mais profundo…
…. EXTASE TOTAL….:

ME LEVA A LOUCURA!!! ..../DEA

ME LEVA A LOUCURA!!!

SOU LOUCA…
Sou louca quando em mim encostas a tua boca
Sou louca quando arrancas a minha roupa
Sou louca quando me escravizas dentro dos teus desejos
Sou louca quando me calas com teus beijos
Sou louca quando me cegas com tanto amor
Sou louca quando me entregas ao teu calor
Sou louca no instante que me cavalgas e me acalmas
Sou louca ao sentir o teu perfume e o seu ciúme
Sou louca dentro do teu coração
Sou louca envolvida na tua emoção
Sou louca quando misturo meu suor ao teu e desfruto do apogeu
Sou louca na manhã ensolarada quando me agarras
Sou louca na noite fria quando me penetras e me alivias.
Sou louca por te querer tanto
Sou louca por só querer fazer amor com você!



MORTE..../ DEA

Morte..."Da primeira vez em que me assassinaram
Perdi um jeito de sorrir que eu tinha...
Depois, de cada vez que me mataram,
Foram levando qualquer coisa minha..."

25 de ago de 2011

Caça e Caçador -....DEA


Caça e Caçador -


Provei-te
e reencontrei o prazer no teu corpo
Perdi-me nos teus lábios,
encontre-me nas tuas mãos
Nossos corpos bailam sobre a cama
É fogo que queima o desejo
e que arde em cada toque
Ah...essas coxas em minhas coxas num encaixe perfeito
Essa boca que me procura me levando a loucura.
Teu gosto, teu recheio
Transforma tua menina
Nessa amante devassa, amante completa.
Agora vem...excita meus pensamentos
Acalma meus tormentos, meus sonhos delirantes
Venha
Sou tua caça...
Sem resistência me entrego a ti, meu caçador!
Rozeli Mesquita

Mãos.....DEA

Mãos



Tuas mãos saem de você
Encharcadas por teu prazer...
Toca meus lábios...
Bom sentir você
Teu cheiro, gosto
Dedos entram na minha boca
Atiçam meu paladar
Reclina-se na cadeira
Joga as pernas nos meus ombros
Se esfrega em minha face
Molhando-a e aumentando o meu desejo
Me puxa mais pra ela, minha lua orvalhada
Beijo, toco com a ponta da língua, chupo...
Deixo os dedos e as mãos e bebo direto na fonte
Não é miragem, é meu oásis aberto pra mim

You might also like:

Eu por ti . Eu em ti......!!! DEA

Eu por ti . Eu em ti


Escrevo por tuas mãos
beijo por teus lábios
abraço pelo estreito dos teus braços
e me vejo refletindo o calor do teu corpo.
Sonho...e nas esferas dos meus devaneios és meu!
só meu, como ninguem se deixou pertencer.
e como nunca alguém ousará.
É assim que eras...É assim que é !
eu contigo, eu por ti, eu em ti....
entregues...só nos meus devaneios
E de todas as maneiras sentir acelerar teu coração
E ouvir ofegantes teus gemidos
Vivendo agora, os tempos idos
recordar, como vivendo....uma ilusão

A Mulher que habita em mim...DEA

A Mulher que habita em mim




A mulher que habita em mim
Te deseja com paixão
Te espera toda manha na ânsia louca
De te amar por um instante
Ah..essa mulher que você desconhece
Mas que faz teu centro acordar
É devassa, é felina, tigresa
Loba no cio ...querendo te amar
A mulher que habita em mim
Se molha em te desejar
Anseia tua língua quente
Em meus meios passear
A mulher que habita em mim
É louca na tua cama
Grita, geme, uiva
Te engole, te recebe, te ama
E assim espero toda manha
Teus carinhos e desejos receber
Me fartar do teu tesão
Viver no teu prazer
Homem que me domina
Que me deixa sem sentido
Me leva a loucura pelas manhas
Tira-me a roupa, tira-me o juízo
Vem...me rasgue a roupa
te quero dentro
Não tarde em chegar
Não suporto mais esse tormento

Pele, Pêlos e Poros.....DEA

Pele, Pêlos e Poros


Torturo-te intensamente


e com os lábios, vou te tocando


A loucura toma conta do teu corpo


Teu gozo vou saboreando


Cada gota alimenta minha sede


Meu desejo escorre a tua espera


Beba na fonte esse prazer desmedido


Transforme essa menina em fera


Quero mais, muito mais


tua língua, tua brasa, teu tesão


Brinca, toma posse desse corpo


dedilha-me com tuas mãos


Te recebo na luxuria da manha


Na devassidão desta tarde


Na loucura dessa noite


Vem sem demora...tudo em chama arde


Teu gozo alimenta meu tesão


e me deixa impaciente


querendo mais e mais teu corpo


Venha...tenha-me de forma indecente


Eis-me aqui na tua cama


exposta, aberta e em chamas


entre, fique a vontade


meu corpo pelo teu clama


E o gozo acontece


e de prazer nos entontece


não da para parar nesse momento


pois meu tesão permanece


Feito uma uva vou te lambendo


uma a uma, saboreando


sentindo o doce na minha boca


E do teu gozo me lambuzando

Amor e Sedução,,,DEA

Amor e Sedução


























Teu ar de inocência, raios de luz
Detalhes desconcertantes
Imagem cintilante
Mar de sedução...encantamento!

O esplendor da paixão
Toques, afagos e beijos
Sonhos secretos, indizíveis
Dança de sonhos...emoção!

Amar-te é arte
Sedução, desejo
Prazer em melodias
Poesia presente...Ardente!

Amante do meu corpo
Faz morada do teu prazer
Banha-me com teu amor
Magia... emoção!

A linguagem lasciva desnorteia.
Sem rumo, sem direção
Desliza-me em tua boca
Arroubos, arrepios...Tesão!

Gosto do teu corpo
E de tudo que ele me faz
Conheces meu ritmo
E de tudo que sou capaz!

Rozeli Mesquita

Me fez atrevida, Me fez bandida....DEA

Me fez atrevida, Me fez bandida


Apaga minha fogueira
Desça minhas ruas
Procure-me, me encontre e me encante
Explores meus vales, becos, picos e cume
Não há perigo em chegar
Não sou metade, não sou pedaço...sou inteira
Moleca sapeca, menina faceira
Rola comigo na cama, incendeia
Você ressurge como lobo faminto
E na fonte da adolescência madura
O sonho acontece!
Sinto-te além do olhar
Sangro tua pele com minhas garras
Cravo os dentes no teu peito
Tua mão invade...
Estou oferecida, estou safada
No teu corpo, virei bandida
Todos os delitos quero cometer
Amar, beijar, sugar, entrar
Desbravar ...sentir....gozar
teu corpo tatuar
E novamente voltar

A Mulher que habita em mim...DEA


A Mulher que habita em mim




A mulher que habita em mim
Te deseja com paixão
Te espera toda manha na ânsia louca
De te amar por um instante
Ah..essa mulher que você desconhece
Mas que faz teu centro acordar
É devassa, é felina, tigresa
Loba no cio ...querendo te amar
A mulher que habita em mim
Se molha em te desejar
Anseia tua língua quente
Em meus meios passear
A mulher que habita em mim
É louca na tua cama
Grita, geme, uiva
Te engole, te recebe, te ama
E assim espero toda manha
Teus carinhos e desejos receber
Me fartar do teu tesão
Viver no teu prazer
Homem que me domina
Que me deixa sem sentido
Me leva a loucura pelas manhas
Tira-me a roupa, tira-me o juízo
Vem...me rasgue a roupa
te quero dentro
Não tarde em chegar
Não suporto mais esse tormento

15 de ago de 2011

QUANDO VEJO....!!!/DEA

"Ouando os vejo, de paixão
Sinto pruridos na mão
De os apalpar e conter...
Sorriste do meu desejo?
Loucura! bastava um beijo
Para neles se morrer!"

(Álvaro de Azevedo)
Com as mãos em concha
Acolhe meus seios
Acaricia-os com os dedos
Saboreia-os com a língua
Faminto!
Entre seus lábios
Os bicos enrijecem
O prazer já me entorpece...
Suga-os, delirante!
Arrepios percorrem meu corpo
Seguro seu rosto
Beijo-te a boca
Nossas línguas duelam
Te peço:
Faça-me mulher!
Doce Tentação

VEMMM??????? ..../DEA

Vem...



Por entre dedos e bocas.
Com risos e poesias!
Meu corpo te espera
Meu beijo te molha e molha ...

nosso olhar se encontra
meu tesão te chama
vem pro prazer..

vem...


Shirley

LUXÚRIA!!!!!!!..../DEA






Luxúria é o pecado de ser livre,
de apreciar cada momento com toda a força da alma,
de desfrutar a vida em plenitude,
de saber que cada segundo é único.
De não ter vergonha de ser feliz, nem de ser de verdade.
A luxúria é o pecado de viver o hoje, o agora, sem desperdiçar tempo.
A luxúria é o pecado mais autêntico de todos
é o pecado que todos devíamos cometer

MEUS SONHOS NUS Maria Hilda de J. Alão..../DEA


MEUS SONHOS NUS


Maria Hilda de J. Alão.



Quero vencer todas as barreiras...
Ventos que sopram me desnudem
Lancem-me no profundo abismo
Que é o meu desejo infinito.


Sou fome de boca aberta
A mastigar os silêncios da noite
Despertando, aos gritos,
O meu corpo adormecido.


Tenho a alma em grande sede
Que mergulha no lago fundo
Do suor que me brota da pele
Em busca do divino prazer.


Ardo em fogo. Fecho os olhos...
As mãos são labaredas que dedilham
Harpas em catedrais de deuses,
Onde, nus, vagam os meus sonhos,


De uns braços atando-me como corda
A um corpo rijo como rocha,
E sua voz forte como a da águia
Grite, ao universo, a sua vitória,


Ao dominar sob a luminária
Que pende do teto da alcova,
Esta loba que uiva na cova
Em explosões de muito amor...

Maria Tereza Horta Masturbação..../DEA



Maria Tereza Horta

Masturbação

Eis o centro do corpo
o nosso centro
onde os dedos escorregam devagar
e logo tornam onde nesse
centro
os dedos esfregam - correm
e voltam sem cessar

e então são os meus
já os teus dedos

e são meus dedos
já a tua boca

que vai sorvendo os lábios
dessa boca
que manipulo - conduzo
pensando em tua boca

Ardência funda
planta em movimento
que trepa e fende fundidas
já no tempo
calando o grito nos pulmões da tarde

E todo o corpo
é esse movimento
que trepa e fende fundidas
já no tempo
calando o grito nos pulmões da tarde

E todo o corpo
é esse movimento
em torno
em volta
no centro desses lábios

que a febre toma
engrossa
e vai cedendo a pouco e pouco
nos dedos e na palma

CORPOS UNIDOS Maria Hilda de J. Alão,,,,,/DEA


CORPOS UNIDOS

Maria Hilda de J. Alão


... e me puseste no teu leito,
Com cuidados de amante perfeito.
De desejos minha alma estremece,
O mundo pára, a volúpia cresce.


Cerro os olhos e sinto a tua boca
Em meu ventre qual borboleta
Beijando flores em festa louca,
E a tua destra que meu seio aperta.


Depois, teu corpo ao meu unido,
Explorando os meandros do meu ser interno,
Busca a fonte do prazer com carinho terno,
Penetra suas águas para ser ungido.


É um impudor na minha idade,
Um êxtase devasso que me vence,
Gozo de vibrante ansiedade,
Dar-te este corpo que a mim já não pertence,


E nele fazes estranhos arabescos,
Envolves-me em pecados dantescos,
Como serpe em voluptuosa dança,
Cravas tua semente como se fosse lança.

Carlos Drummond de Andrade Não quero ser o último a comer-te.../DEA



Carlos Drummond de Andrade

Não quero ser o último a comer-te

Não quero ser o último a comer-te.
Se em tempo não ousei, agora é tarde.
Nem sopra a flama antiga nem beber-te
aplacaria sede que não arde

em minha boca seca de querer-te,
de desejar-te tanto e sem alarde,
fome que não sofria padecer-te
assim pasto de tantos, e eu covarde

a esperar que limpasses toda a gala
que por teu corpo e alma ainda resvala,
e chegasses, intata, renascida,

para travar comigo a luta extrema
que fizesse de toda a nossa vida
um chamejante, universal poema.

Publicar postagem

SUGAR E SER SUGADO PELO AMOR..../DÉA


Carlos Drummond de Andrade

Sugar e ser sugado pelo amor

Sugar e ser sugado pelo amor
no mesmo instante boca milvalente
o corpo dois em um o gozo pleno
que não pertence a mim nem te pertence
um gozo de fusão difusa transfusão
o lamber o chupar e ser chupado
no mesmo espasmo
é tudo boca boca boca boca
sessenta e nove vezes boquilíngua.

BUSCO...!!!!/DEA

PRAZER...



Busco as delícias
da paixão oculta,
fruta roubada
dissimulada…
Com sabor de vinho
o pensamento navega
por mares desconhecidos,
mágicos delírios.
Em torno de mim
dançam fantasias
insólitas, audaciosas
e perigosas.
O sangue ferve
a cama é devassa
a emoção é grande
energizante.
Entre constelações,
transpirando desejo
confesso a vontade
de ambos os lábios
úmidos
sedentos
libidinosos
ansiando por seu beijo…
_ZG_