Pages

8 de jun de 2011

A MINHA BÉLA AMANTE ... LUCAS MUNHOZ /DEA




A minha bela amante

Autoria: Lucas Munhoz

A minha bela amante

O teu sexo feminil, minha amante...
És a mulher voluptuosa e virgem...
A tua cor do corpo, em gozo tocante
A volúpia do amor, em doce imagem...
Colando o nosso corpo ao teu desejo.
Ah! A ardentia sem pejo.

Galopa o nosso prazer da coragem,
És minha bela amante, és meu amor...
O langor da tua boca, o fogo da margem,
O leito sedutor, cavalga-me o ardor...
O carinho do teu sexo, minha virgem.
A tua volúpia da margem.

Faze-me a nudez languorosa, amor!
Sugarei os teus seios ardentes a ti,
Beijarei o teu ventre em doce vulva...
Amarei o teu fogo pegador sem dor...
Ao doudo afago da sedução entre si.
O teu ardor da alcova.

Hás de arder-me o cio ardoroso,
Tu és minha doce amante do fogo...
A tua saliva do corpo deleitoso;
O amor pervertido, ama-me logo!...
O teu colo arfante pela sedução.
O nosso doce coração.

Autor:Lucas Munhoz

ATO SEXUAL ....../DEA




ATO SEXUAL

Autoria: Clarice Ferreira


Hoje acordei para te suspirar
Para te inspirar até o último pó
Como cocaína
E te inalar
A mais torpe de todas as flores em brancura
Papoula crisálida em doçura
Aprisione-me entre as grades de nossas paixões
E eu tua escrava submissa sucumbirei
Concedidamente ao teu cálido masoquismo
De amor e dor

Quero o prazer de tuas mãos a marcar meu corpo
Das minhas unhas a cravar tua pele
Enquanto o nosso suor escorre quente
Junto com o nosso límpido gozo de amor.

Quero lamber tua pele
Pêlo a pêlo
Célula a célula
E deglutir em minha garganta
O teu sabor salgado
De sonho encantado.

Quero envolver-te por inteiro
E ter-te em minha boca quente
Enquanto observo-te gemer loucamente
Lou-ca-men-te!

Quero fotografar todas as tuas expressões faciais
Segundo a segundo
Todas as contrações de teus músculos e ossos
Segundo a segundo
Enquanto deliras e relaxas no teu ápice de amor!

Quero sentir-te fundo dentro de mim
E teus dedos entre os meus cabelos emaranhados
Dizendo-me que sou tua
Porque hoje eu acordei
Só para gritar e gemer em teus ouvidos
E suada e exausta
Extasiar-me em gozo pleno
Sobre o teu falo encantado
Neste nosso ato sexual supremo
Ser uma vez mais
A tua desejada mulher.

Clarice Ferreira.

DESEJO REPRIMIDO....../DEA


Desejo Reprimido

, Autoria: Paola Graziela

Me fala...Quero ouvir a tua voz...Os teus sussurros e gemidos...Me chama...Me leva ao mundo dos sonhos...!!!Quero sentir o teu toque na minha pele... sua respiração na minha nuca... suas palavras de loucura... Tuas mãos viajando pelo meu corpo...Me descobrindo...Me explorando...Suadas e entregues ao desejo !
Desejo de sentir, de ter, de fundir-se... tornando-nos um só corpo, uma só sensação... incontrolavel, insaciavel, insuperaveis... Toques nunca sentidos, pensamentos insanos aos olhos sensatos, numa intensidade de sensações somente vivenciadas por Deuses... e os pobres mortais que me desculpem... mas nunca saberão o que é te-los como tivemos...
Navegar em seus braços e naufragar na praia de seu ventre. Dormir sobre seu corpo é deliciosamente proibido. Algo elaborado com detalhes... Minha receita foi simples, mas tem gosto de beijo e de língua. De coisas malucas que só se sente quando se fecha os olhos e abre a boca. Sim! É como comer açúcar depois de provar algo amargo. Lamber limão e encher a boca de água, ou seria saliva?
Em mim vai encontrar portas misteriosas e labirintos de sentimentos. Uma odalisca, uma amiga, uma moleca, um anjo, uma bruxa, uma menina segurando uma boneca, uma jovem que sabe cantar. A fêmea nua que te faz gozar. Eu não sou Eva, mas sou de sua descendência e como mulher te ofereço a escolha, a maçã.
O que posso te dizer? O que posso te mostrar? O que poderia te oferecer que meus desejos mais secretos. Meus sonhos mais confusos e indecifráveis. Neles existem beijos, símbolos, magia e poder que abrigo em minhas curvas. Quando você me desejar, lembre-se de meus desejos reprimidos. Eles estão diante de seus olhos, ao alcance de suas mãos.

AS DUAS AMANTES......!!!!! /DEA



As duas amantes

Data Postagem 30/04/2011, Autoria: Lucas Munhoz

As duas amantes

As moças nuas, a arder-te o amor quente!...
Todo o delírio que a amante a beijá-la,
Todo o gozo que a volúpia me abala...
São as urzes pervertidas que o mar sente.

Anseio! Tens a orgia da alcova à gente...
Morda-lhe os seios quentes a afagá-la!
Lambe-lhe os bicos formosos a amá-la...
Dou-me os seus latejos como o anjo ardente.

Vês! Dei-lhe a alcova do fogo em deleite...
Lambei-me o logro da alcova à ventura;
À libido do amor! Que o olor me deite!

São as amantes sem pudor à vaidade...
Olha-me a amante em bela formosura!
Lambe a nudez da donzela em bondade.

Autor:Lucas Munhoz

SEXO COM 'AMOR'/ DEA


SEXO COM AMOR

Autoria: Cesar Carvalho

SEXO COM AMOR

não se faz só por fazer
pode-se ficar a desejar
não é só querer ter
tem que muito saborear

íntimo na simples conclusão
se aprofunda no prazer
ato paralelo a paixão
dois se torna um, ao desenvolver

encosto e susurros ao ouvido
pontas de dedos deslizam na pele
viajem longa em sua libido
apelações ao fogo que não congele

cada segundo se faz por deliciante
cada minuto se torna infinito
se esquece o tempo antes e durante
e no final o mundo fica mais bonito

não necessita de grande experiência
e sim do gostar de ambas as partes
ato natural comprova a ciência
sem correr riscos de alguns descartes

quando se faz por amor ao parceiro
se eleva ao máximo o entusiasmo
em todos, desde aquele primeiro
se chega a um inesquecível orgasmo

Cesar Carvalho

“Procurando um desejo” /DEA


“Procurando um desejo”

Autoria: Shirlei Braga

Tenho procurado em cada olhar, um desejo que me inspire,
Que me anime...
...Um desejo do tipo proibido, que mexa com minha essência, com meu libido...
...Alguém que sem nexo, leve-me ao sexo, abandone-me ao êxtase e com um simples gesto, faça do meu corpo um objeto...
...Faça-me fremir sentindo o sopro de tua boca entre meus seios e coxas, extraindo o néctar do meu prazer...
...Leve-me ao delírio extremo, cala-me enquanto gemo, deixa-me louca...
...Faça-me perder o pudor e num frenesi deixe-me levar...
... Permaneça nessa delícia de sempre recomeçar;
Depois do prazer saciado, o prolongamento do ato, doce sensação...
...Desejo compatível, corpo cansado, mas a mesma emoção;
Alguém sem vergonha, sem limites, com muito prazer...
...Alguém sem juízo e com muita tara...
...Você!

Quando nos amamos...../DEA



Quando nos amamos

Autoria: Luis Roggia

O quarto ainda na penumbra
Revela vestígios de uma noite de amor
O cheiro de sexo no ar
Acende novamente os desejos
Seu corpo mal coberto e adormecido
É a pura tentação
Um beijo, um simples toque
E teus seios apontam para meu peito
Um pequeno sussurrar de “meu amor” ao teu ouvido
E o coração acelera, a respiração fica ofegante
Passeio em teu corpo como a água em seu banho
Nossos corpos se preparam para amar
Arrepiam, tremem a cada roçar de pele
A gente se ama de todas as maneiras
Você me abraça me aperta, me arranha
Entregam-se total, gemidos, gritos
Palavras sem nexo, de sexo, prazer
Movimentos ritmados com os gemidos
Prolongam os instantes de entrega
A beleza do teu corpo instiga os instintos
Parece alucinação, miragem
O vai e vem dos quadris anunciam o êxtase
Explosão de prazer, gozo total

Lá fora a rotina, triste rotina...

Luis Roggia

""ADOREI SER SUA''''''/DEA



""ADOREI SER SUA

, Autoria: josy porto

"ADOREI SER SUA"
Viajo em teu corpo
Com o toque das minhas Mãos
Com suavidade nossos corpos dão sinais
Sua boca fria de tesão,fica trêmula
Encosta-se aos meus lábios
Como um vulcão te devoro

Nossos corpos embalados
Um fascínio, com loucuras
Desejos, delírios e arrepios
Nossos descontroles são visíveis
Entregues às nossas loucuras

Quero mergulhar no mais intimo
Dos seus desejos, quero ser sua
Ouço palavras com gemidos
Sussurros com gozo
Minha boca te dizendo
ADOREI SER SUA!!!!!!

O motel do Romeu e Julieta(Soneto)/DEA



O motel do Romeu e Julieta(Soneto)

Data Postagem 14/12/2010, Autoria: Lucas Munhoz

O motel do Romeu e Julieta(Soneto erótico)

Goza-me o ser voluptuoso,querida!
Hás de ver-me o azo do deleite,Amor
O facho pudoroso sem teres o medo,
Hás de embalar-me a noite ardente.

Hei de lamber-te o cio ardente,amor!
Em êxtase do amor,lambe o meu ser
O dulçor da tua língua na cama...
Quero lamber-te a malícia do leito.

O pudor virginal como uma volúpia,
Amo-te como minha bela Julieta...
Enche o meu ser malicioso na cama.

Quero-te a bela nua pela volúpia,
Hei de gozar-te a noite voluptuosa
A tua bonina do amor em teu prazer.

Autor:Lucas Munhoz