Pages

25 de ago de 2011

Caça e Caçador -....DEA


Caça e Caçador -


Provei-te
e reencontrei o prazer no teu corpo
Perdi-me nos teus lábios,
encontre-me nas tuas mãos
Nossos corpos bailam sobre a cama
É fogo que queima o desejo
e que arde em cada toque
Ah...essas coxas em minhas coxas num encaixe perfeito
Essa boca que me procura me levando a loucura.
Teu gosto, teu recheio
Transforma tua menina
Nessa amante devassa, amante completa.
Agora vem...excita meus pensamentos
Acalma meus tormentos, meus sonhos delirantes
Venha
Sou tua caça...
Sem resistência me entrego a ti, meu caçador!
Rozeli Mesquita

Mãos.....DEA

Mãos



Tuas mãos saem de você
Encharcadas por teu prazer...
Toca meus lábios...
Bom sentir você
Teu cheiro, gosto
Dedos entram na minha boca
Atiçam meu paladar
Reclina-se na cadeira
Joga as pernas nos meus ombros
Se esfrega em minha face
Molhando-a e aumentando o meu desejo
Me puxa mais pra ela, minha lua orvalhada
Beijo, toco com a ponta da língua, chupo...
Deixo os dedos e as mãos e bebo direto na fonte
Não é miragem, é meu oásis aberto pra mim

You might also like:

Eu por ti . Eu em ti......!!! DEA

Eu por ti . Eu em ti


Escrevo por tuas mãos
beijo por teus lábios
abraço pelo estreito dos teus braços
e me vejo refletindo o calor do teu corpo.
Sonho...e nas esferas dos meus devaneios és meu!
só meu, como ninguem se deixou pertencer.
e como nunca alguém ousará.
É assim que eras...É assim que é !
eu contigo, eu por ti, eu em ti....
entregues...só nos meus devaneios
E de todas as maneiras sentir acelerar teu coração
E ouvir ofegantes teus gemidos
Vivendo agora, os tempos idos
recordar, como vivendo....uma ilusão

A Mulher que habita em mim...DEA

A Mulher que habita em mim




A mulher que habita em mim
Te deseja com paixão
Te espera toda manha na ânsia louca
De te amar por um instante
Ah..essa mulher que você desconhece
Mas que faz teu centro acordar
É devassa, é felina, tigresa
Loba no cio ...querendo te amar
A mulher que habita em mim
Se molha em te desejar
Anseia tua língua quente
Em meus meios passear
A mulher que habita em mim
É louca na tua cama
Grita, geme, uiva
Te engole, te recebe, te ama
E assim espero toda manha
Teus carinhos e desejos receber
Me fartar do teu tesão
Viver no teu prazer
Homem que me domina
Que me deixa sem sentido
Me leva a loucura pelas manhas
Tira-me a roupa, tira-me o juízo
Vem...me rasgue a roupa
te quero dentro
Não tarde em chegar
Não suporto mais esse tormento

Pele, Pêlos e Poros.....DEA

Pele, Pêlos e Poros


Torturo-te intensamente


e com os lábios, vou te tocando


A loucura toma conta do teu corpo


Teu gozo vou saboreando


Cada gota alimenta minha sede


Meu desejo escorre a tua espera


Beba na fonte esse prazer desmedido


Transforme essa menina em fera


Quero mais, muito mais


tua língua, tua brasa, teu tesão


Brinca, toma posse desse corpo


dedilha-me com tuas mãos


Te recebo na luxuria da manha


Na devassidão desta tarde


Na loucura dessa noite


Vem sem demora...tudo em chama arde


Teu gozo alimenta meu tesão


e me deixa impaciente


querendo mais e mais teu corpo


Venha...tenha-me de forma indecente


Eis-me aqui na tua cama


exposta, aberta e em chamas


entre, fique a vontade


meu corpo pelo teu clama


E o gozo acontece


e de prazer nos entontece


não da para parar nesse momento


pois meu tesão permanece


Feito uma uva vou te lambendo


uma a uma, saboreando


sentindo o doce na minha boca


E do teu gozo me lambuzando

Amor e Sedução,,,DEA

Amor e Sedução


























Teu ar de inocência, raios de luz
Detalhes desconcertantes
Imagem cintilante
Mar de sedução...encantamento!

O esplendor da paixão
Toques, afagos e beijos
Sonhos secretos, indizíveis
Dança de sonhos...emoção!

Amar-te é arte
Sedução, desejo
Prazer em melodias
Poesia presente...Ardente!

Amante do meu corpo
Faz morada do teu prazer
Banha-me com teu amor
Magia... emoção!

A linguagem lasciva desnorteia.
Sem rumo, sem direção
Desliza-me em tua boca
Arroubos, arrepios...Tesão!

Gosto do teu corpo
E de tudo que ele me faz
Conheces meu ritmo
E de tudo que sou capaz!

Rozeli Mesquita

Me fez atrevida, Me fez bandida....DEA

Me fez atrevida, Me fez bandida


Apaga minha fogueira
Desça minhas ruas
Procure-me, me encontre e me encante
Explores meus vales, becos, picos e cume
Não há perigo em chegar
Não sou metade, não sou pedaço...sou inteira
Moleca sapeca, menina faceira
Rola comigo na cama, incendeia
Você ressurge como lobo faminto
E na fonte da adolescência madura
O sonho acontece!
Sinto-te além do olhar
Sangro tua pele com minhas garras
Cravo os dentes no teu peito
Tua mão invade...
Estou oferecida, estou safada
No teu corpo, virei bandida
Todos os delitos quero cometer
Amar, beijar, sugar, entrar
Desbravar ...sentir....gozar
teu corpo tatuar
E novamente voltar

A Mulher que habita em mim...DEA


A Mulher que habita em mim




A mulher que habita em mim
Te deseja com paixão
Te espera toda manha na ânsia louca
De te amar por um instante
Ah..essa mulher que você desconhece
Mas que faz teu centro acordar
É devassa, é felina, tigresa
Loba no cio ...querendo te amar
A mulher que habita em mim
Se molha em te desejar
Anseia tua língua quente
Em meus meios passear
A mulher que habita em mim
É louca na tua cama
Grita, geme, uiva
Te engole, te recebe, te ama
E assim espero toda manha
Teus carinhos e desejos receber
Me fartar do teu tesão
Viver no teu prazer
Homem que me domina
Que me deixa sem sentido
Me leva a loucura pelas manhas
Tira-me a roupa, tira-me o juízo
Vem...me rasgue a roupa
te quero dentro
Não tarde em chegar
Não suporto mais esse tormento