Pages

1 de mar de 2011

TIRANDO A ROUPA/DEA


Tirando a roupa

Gosto de tirar a roupa
E sentir o teu caralho duro
Enchendo de prazer a minha boca
Deixando-me louca de tesão
Enquanto vou sendo beijada com sofreguidão...

Gosto de tirar a roupa
Virar-me de costas
E oferecer-me por inteiro
Pedindo sorrateira
A tua entrada no meu traseiro.

Gosto de tirar a roupa
E me sentir lambuzada
Inteiramente desejada
Pronta para comer
E ser comida...

Gosto de tirar a roupa
Abrir as minhas pernas
E ficar te sacaneando
Oferecendo a minha vagina quente
Cheia de vontade de ficar molhada.

Gosto de tirar a roupa
E me sentir uma puta
Pronta para ser abusada
Penetrada, amada
Tonta de tesão e dor.

Gosto de tirar a roupa
E sentir as tuas mãos me envolvendo
O teu dedo no meu cuzinho
A tua língua na minha pombinha
E a minha boca no teu pau.

Gosto de tirar a roupa
E de gritar como uma maluca
Com o prazer doidivanas
Que tu provocas no meu corpo
Quando entra em mim ereto.

Gosto de tirar a roupa
E ser obscena
Ser a tua pequena
Ser a tua tarada
Sempre pronta para tirar a roupa...
Autor: Ana C. Pozza

A INDECÊNCIA PODE SER SAUDÁVEL/DEA




A INDECÊNCIA PODE SER SAUDÁVEL

A indecência pode ser normal,
saudável;
na verdade, um pouco de indecência
é necessário em toda vida
para a manter normal, saudável.

E um pouco de putaria pode ser
normal, saudável.
Na verdade, um pouco de putaria é
necessário em toda vida
para a manter normal, saudável.

Mesmo a sodomia pode ser
normal,saudável,
desde que haja troca de sentimento
verdadeiro.

Mas se alguma delas for para o
cérebro, aí se torna perniciosa;
a indecência no cérebro se torna
obscena, viciosa,
a putaria no cérebro se torna
sifilítica
a a sodomia no cérebro se torna
uma missão,
tudo, vício, missão, insanamente
mórbido.

Do mesmo modo, a castidade na
hora própria é normal e bonita.
Mas a castidade no cérebro é vício,
perversão.

E a rígida supressão de toda e
qualquer indecência, putaria e
relações assim
leva direto a furiosa insanidade.

E a quinta geração de puritanos, se
não for obscenamente depravada,
é idiota. Por isso, você tem de
escolher.
Autor: D.H. Lawrence

MENINA DELIÇIA/DEA





MENINA DELÍCIA

Menina delícia...
És assim que me chama,
Pra usufruir de minhas carícias,
Em cima da tua cama!

Menina delícia...
Com a pele branca de arrepiar,
É quem tu olhas com malícia,
Os seios querendo abocanhar!

Menina delícia...
O teu corpo a assanhar,
Cheia de mil peripécias,
Gostas até se empapuçar!

Menina delícia...
É quem te enche de tesão,
Vais a busca de tuas primícias,
Com o coração na mão!

Menina delícia...
O teu mastro a punhetar,
Alisar suavemente inicia,
Para depois gulosa abocanhar!

Menina delícia...
Desliza as mãos de pelúcia,
Em teu teso cacete,
Com volúpia ficando em riste!

.Menina delícia...
É quem toca em tua pele macia,
Em êxtase supremo te alivia,
O teu gozo sereno irradia!

Menina delícia...
O teu corpo em brasa quente,
Transbordando em volúpia,
Caindo de boca, enlouquecido boquete!

Menina delícia...
A minha vulva... você com a língua acaricia,
O corpo em frenesi... contorce... inebria,
Enchendo com gozo meu dia!

Menina delícia...
Rebolando para você com malícia,
Sou quem para o seu lado de quatro se inclina,
Com o bumbum empinado te ensina!

Menina delícia...
Envolvo-me em tuas carícias,
O teu mastro retesado soca,
Ensandecida... fazendo-me louca!
Autor: Fabby Lima

PRAZER EROTICO/DEA



Prazer Erótico

Quero deslizar pelo teu corpo
feito uma cobra
que se arrasta mansa e suavemente,
sentindo a tua pele em minha pele quente,
o toque despertando sensações,
o calor do desejo nos aquecendo,
nossos corpos estremecendo
nesse jogo de prazer e sedução.

Quero sentir este teu corpo,
que responde ao meu chamado,
elevando seu mastro,
e, num abraço forte, atinge meu dentro,
com estocadas loucas e variadas,
possuindo-me com paixão,
levando-me ao gozo
com a tua língua macia,
que me suga , me delicia
e me faz vibrar de emoção.

Quero sentir o teu desejo,
sentir você se entregar
e sentir teu orgasmo ardente
para misturar ao meu,
o teu leite quente,
maravilhoso e denso
e, depois de tudo,
te abraçar... mais nada.
Autor: Mônica Amélia

SEDUÇÃO/DEA


SEDUÇÃO

Você me chega suado,
com este teu jeito safado,
e olhar de quem se diz apaixonado.
A pele transpirando desejo,
poros exalando teu cheiro de homem.
Meu corpo na espera,
une-se ao teu,
num abraço envolvente,
e beijos ardentes.
Tuas mãos maliciosas
me exploram com a ternura
de um amante sensível.
A entrega é inevitável,
diante de um coração
fragilizado...e apaixonado!
Neste momento sou tua,
e me rendo à sedução...
Que se dane a razão!!
Autor: Desconhecido

DESPERTAR DO PRAZER/DEA



Despertar do Prazer

Amizade, gentileza,
elogios à beleza,
alguma admiração!
De repente... acontece.
Você luta, não esquece
o calor dessa paixão.

Mudança, transformação,
Sem jogo de sedução.
Impossível explicar.
Atitudes diferentes !
Pessoas experientes
de amor podem brincar ?

Começa bem devagar...
Viemos para conversar,
Para se ver... se curtir.
Surge o primeiro carinho,
Um abraço, um beijinho,
já não dá para resistir...

As bocas se procuram...
As línguas se encontram
anunciando o prazer.
As carícias seguem em frente,
O clima sempre mais quente,
tudo pode acontecer.

Mãos trabalham sem parar,
cada ponto a excitar,
explodindo de emoção.
Ao amor ninguém resiste,
a paixão logo permite
o despertar do tesão!

Toques íntimos... ousadia...
Querendo com maestria,
satisfazer o parceiro.
Ele excitado, ela molhada,
De repente uma parada...
Nenhum quer prazer primeiro.

E assim, com ardor crescente,
aquele encontro inocente
leva os dois a delirar.
Promessas de um outro dia,
com amor, paixão, magia,
Repetir, curtir...gozar!
Autor: Mônica Amélia

DESEJOS/DEA


Desejo

Sôfrego desejo
de toques
carícias
sussurros
pele exalando aromas
bocas degustando sabores
beijos molhados
união de corpos
entregues aos desejos da carne
se permitindo viver
momentos de paixão e prazer!
união de almas
entregues aos desejos do coração
se permitindo viver
momentos de amor e emoção!
Autor: Mônica Amélia

DESEJO/DEA



Desejo

Sôfrego desejo
de toques
carícias
sussurros
pele exalando aromas
bocas degustando sabores
beijos molhados
união de corpos
entregues aos desejos da carne
se permitindo viver
momentos de paixão e prazer!
união de almas
entregues aos desejos do coração
se permitindo viver
momentos de amor e emoção!
Autor: Mônica Amélia