Pages

6 de abr de 2011

QUER NAMORAR COMIGO?..../DEA



QUER NAMORAR COMIGO?



Quer namorar comigo?



Um namoro com cheiro e novo



Com gosto de tudo é possível



Com o prazer de nos conhecer



Original e meio tímido



Meio ousado, meio moleque



Saboroso cheio de quereres



Um namoro Recheado de Carinho



Terno de suspiros e sussurros



Ao pé do ouvido ,apaixonado



Como tempos e outrora



Um namoro de Cabana ,



mesmo que seja sobre a cama



onde se monta a confiança



Do empenho mutuo divino



Divinal sedução



Sublime de quereres



Majestoso de vontade



De namorar para fazer



O outro crescer



Existir e caminhar



Um namoro com movimento



Um namoro de admiração



Para sermos e florirmos



Com os vislumbres do namoro eterno



Que nasce com o sol, aquece com paixão



De um jeito tupiniquim, namoro tropical



Com vida e temperado



com a brisa da manhã



Banhado na sua luz e acordarmos namorando



Um namoro da noite



lavado com a luz da lua



Regado a vinho e poesia



ritual que a faça exalar



Essências como as flores



Um namoro com colo



Um Ninho especial



Que encoraja medos



De caminho aos anseios



E realiza os quereres



Um namoro de afeto



Que a faça mulher amada



Felina e criança



Que a faça gozar



Um namoro com tesão



que frutifique nossas absorções



Que sejamos uno



E conhecemos outro por inteiro



quando rolamos sob o lençol



sob os sonhos



Entre ,mistérios e brumas



um namoro com prospecção



com veredas florescendo.



passo a passo que cultiva o dia a dia



Um namoro do tempo



Romântico com dimensão épica



Uma narrativa que vire



História de amor



Um namoro meigo



Pensado e construído



Irresponsável e irresistível



Com final feliz e enroscado



Com pipoca e cafuné



Renovado e intenso



Que atende pedidos



Daqueles que nos amam



E querem nos ver namorar



Sabem que assim sempre



Um namoro de torcida



Sábio e cheio de vida



De passeio no parque



De beijos que levita



Um namoro com arte onde



Coloca leva o caos ao talento



um namoro suntuoso



belo e terno que não falte



chamego e toque gostoso



vontade de estar



mil formas de abraçar



que seja contagiante e fiel, que



desperte no mundo o desejo e amar



e múltiplos pedidos de



Quer namorar comigo



Sérgio Cumino

TRILHAS DE UMA ATRIZ..../DEA



TRILHAS DE UMA ATRIZ

A atriz
no assoalho de madeira
luzes e magia
despeja gotas de suor
de seu ventre artístico
E no tapa ardente
da esperança da vida
chora a criação
No clímax do drama
no foco da cena
ela em descobertas
cambaleia a personagem
nas pernas bambas do
teatro da vida
entre dramas e comédias
é o grito
da mulher pirofágica
que a faz a Dama das Camélias
e todos nós na rua
e todos nós na cidade
envoltos da sedução mágica
Mulher atriz abre o sorriso
Com a alma pura e nua
sem casta ou idade
menina e improviso.
É o caos
És poetiza
És moleca
sabor brigadeiro
sabor de vida, despindo- se
de casacas e fachadas, para
Ser
Por inteiro
criança, força, mulher.
Ser
Monologo  que se diz
a procura, encontro e gozo
Ser
absurda e ATRIZ.

SÉRGIO CUMINO

DANÇA DO RETRATO...../DEA


DANÇA DO RETRATO
Imagem que transcende a imagem
Arrasta meu espaço com sua musica
Pelos ficam eretos com sua aragem
Voeja a saia com graça de geógrafa
Traceja os caminhos dessa viagem
Com beleza, furor e sem fronteiras

Ali estagnado atendo ao bailado
Sou olhos do contorno ela coração

Impulsiona conceitos que avança,
É a alma que se deixa fotografar
Toda musica da mulher faceira 

Até quem sem visão é contaminado 
Jubilosa é a estética da tentação
Desvenda balé do suspiro platônico
Fazenda que baila gera o vento
Magia da saia a faz feiticeira
Sopra charmosa ao vigilante ouvido
Acoplar aos meus olhos atônitos 
Zunido de um sussurro atrevido
Ensina que essa encarnação
Com graça será mais bem vivida
Liberdade pela sagrada loucura
Segura a saia rodada com a mão
Que movimenta a explosão querida
No registro da sua sala pra vida
No doce do lar se faz menina pura
E a imagem emana de si inspiração
Sérgio Cumino

PALAVRAS SEM-JUÍZO...../DEA


PALAVRAS SEM-JUÍZO

Estas são minhas palavras,
obsessivas, analisadas,
palavras sem-juízo,
mas, de todo modo, apaixonadas.

Estas são minhas palavras,
pequenas crianças,
perversas, indefinidas,
mas, de todo o modo, muito amadas.

Estas são minhas palavras,
que tentam crescer, verter,
flexionar o seu gênero,
para saber conjugar,
na primeira pessoa do singular
o verbo amar.

Estas são minhas palavras,
que, ainda, balbuciam
e se deitam para aprender
a falar.

Estas são minhas
palavras,
que preciso falar, e só
falando,
aprendo a escutar e só escutando,
talvez, um dia, eu possa calar.

Estas são minhas palavras,
bobagens que, às vezes,
arranjo em versos,
para um anjo escutar

Saliências desnudas!..../DEA

Saliências desnudas!

Tuas linhas...
Despertam a minha visão
Pois passas...flutuas
e até fazes tremer o chão
Te olho...
te contorno
desenho outras linhas tuas
na minha imaginação
que sonha...imagina...
delira loucuras...
Meus pensamentos criam
inventam momentos
imaginam fantasias
Não me seguro nesta ocasião
Pois tuas curvas de avião
são pura loucura
Passa voa rasante e estrondosa
cada passo teu me estremece
feito terremoto
me deixas alucinado
desejando momentos de pura sedução
Quero-te entre meus braços
completamente despida
livre de preconceitos insanos
que maculam nossas almas
Assim caminhas abrindo um sorriso
enfeitiçando meu sonhos
que me fazem teu servo
escravo das tuas curvas
Quero me perder entre elas
me lambuzar entre tuas coxas
Permita-me sonhar...
imaginando tuas curvas
tuas saliências desnudas...

RSRS SEMPRE FICO EM DUVIDA SE MEUS SITES SÃO , RSRS DEÇIDAM VCS MEUS LEITORES E DEPOIS ME AVISEM SEI Q GOSTAM SENSUAL, ERÓTICO OU PORNOGRÁFICO ?/DEA

 SENSUAL, ERÓTICO OU PORNOGRÁFICO ?

Que confusões causam esses três vocábulos.
Preconceitos, talvez.
Uma atriz posa nua para uma revista qualquer masculina e vai logo dizendo: “_ As fotos são sensuais e não eróticas”.
A Gretchen afirmou categoricamente que o vídeo que fez com o marido era erótico e não pornográfico.
Quando assisti a uma de suas entrevistas na televisão debatendo sobre o assunto torci tantas vezes o rabo de meu gato Austregésilo que ele correu do sofá e pulou varanda abaixo.
E olha que são quatro andares até o térreo.
Não demora e as obras do Marquês de Sade serão classificadas apenas como apelativas.
Mas o que significa cada termo?
Vamos tentar descobrir.
Sensual, primeiramente.
O que é sensual?
A palavra parece ter origem no ‘sensu’ latino, ou senso em português. Podendo ser entendida como sentido.
Tanto senso como sentido é a faculdade de apreciar, sentir, julgar, depreciar...
E sensual é tudo aquilo que interage com os sentidos, embora o eminente dicionarista Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, que não aprecio muito, como é visto em outros de meus textos, acrescente que é o que tem ou denota sensualidade.
Não consigo aceitar.
Para mim sensual é simplesmente relativo aos sentidos.
Creio mesmo que o douto Aurélio peque em seu acréscimo ao significado do adjetivo no que no estudo das falácias temos como ‘argumentum ad nauseam’. Ou seja: A crença incorreta através da repetição constante de que quanto mais se diz algo, mais correto está.
Todos falam que as fotos da Karina Bacchi ficaram bastante sensuais e passa-se a crer que o termo tem a ver com sensualidade ou erotismo.
No entanto as fotos da escultural Karina são tão sensuais quanto aquelas de hamburgers fixadas na entrada de um McDonald’s ou mesmo de uma por mim imaginada das nádegas do presidente Lula.
Todas elas despertam alguns de nossos sentidos.
A dos hamburgers nos apetece comê-los e a do Lula nos dá gana de um violento e espetacular chute na bunda.
Todas são sensuais, portanto.
Seriam então eróticas as imagens da Karina?
É possível, embora a palavra esteja mais intimamente ligada ao amor, já que o Eros grego ou o Cupido romano era o deus de tal sentimento.
Os dicionários são unânimes.
Erótico é pertencente ou relativo ao amor.
Acrescentam, no entanto, que também pode ser aquilo que é lascivo, lúbrico, que excita o apetite sexual e coisa e tal.
E qual o motivo da bagunça misturando o nobre sentimento com os humildes desejos carnais?
A explicação reside no próprio Eros, já que embora fosse capaz de nutrir o sentimento sublime por sua Psique, sendo gerado em um banquete ou bacanal, era de atitudes joviais ou irresponsáveis, se assim posso classificar. Cultivava a intriga e ao mesmo tempo era um ‘perseguidor’ da beleza corpórea.
Pelo último motivo apresentado tenho Eros como um ser de extrema feiúra, como descrevem alguns autores, e não de grande beleza como muitos acreditam e assim o retratam.
Reparem a salada: Jovem, perseguidor do belo, amante ardoroso e fiel o quanto um jovem pode ser e constantemente sujeito a aborrecimentos e inimizades resultantes de suas intrigas.
Parece que tudo isso pode ser encontrado num ensaio fotográfico da Karina Bacchi. Beleza, discórdia, desejo decorrente da apreciação do corpo e até mesmo o amor. Bem existem jovens que são acometidos desse sentimento ao folhear revistas de modelos nus.
Quiçá pessoas maduras também.
Pode-se então concluir que tais fotos sejam eróticas.
Seriam, no entanto, igualmente pornográficas?
Certamente.
Embora a palavra esteja associada a tudo aquilo que trata de coisas e assuntos obscenos ou licenciosos, refere-se também a qualquer representação dirigida a um público com fins comerciais e que faça apelo à libido.
Interessante observar a etimologia da palavra.
Do grego ‘pornê’ (prostituta) e ‘grafé’ (representação).
Representação da prostituta pode-se entender.
Não tenho conhecimentos para explicar a causa de vocábulos com a raiz ‘porn’ aparecerem no Novo Testamento sem que estejam associados diretamente com ‘prostituta’, mas com atos ditos impuros como o incesto, adultério e outros.
Vamos ficar com a definição etimológica ‘clássica’, então.
Representação da prostituta.
Ora, não é isso que buscamos ao dispensar dinheiro na aquisição de revistas de modelos nus?
Para que nos serve tal material?
Acaso alguém os compra apenas para analisar o tom de luz das tomadas ou verificar a real qualidade artística do fotógrafo?
Não creio muito.
Buscamos uma prostituta (ou prostituto) inalcançável por outros meios.
Naquele momento o modelo está se prostituindo para o consumidor do material, mesmo que de forma apenas imaginária para ambos.
E creio que muitos vão concordar que a fronteira que separa uma pessoa de unicamente vender a imagem de seu corpo e não o seu uso é mesmo mal vigiada. Bastaria o aparecimento de um ‘motivo maior’. Eu mesmo me pergunto se não o faria não sendo feio como sou.
Resumindo: Qualquer ‘trabalho’ dirigido a um público com a intenção de despertar a libido e que vise interesse financeiro é pornográfico.
Ainda que suavizado com eufemismos diversos como sensual, erótico, artístico e outros, não pode deixar de ser classificado como pornográfico.
Seria atentar até contra a Lingüística.
Não quero, no entanto, que o leitor pense que sou contra a pornografia.
A pornografia é um desses males que terminam sendo necessários, se o leitor puder me desculpar por essa ‘afronta’.
Existe há anos e vai sobreviver por muitos mais.
Sou contra o disfarce que dão a ela.
Sou contra a maquiagem.
Sou contra a sua invasão que nos últimos anos acontece nas artes de um modo geral.
Qualquer mocinha de rosto bonito, bunda arrebitada, seios voluptuosos, ou mancebo de tórax avantajado produz um trabalho pornográfico e logo se diz ator ou coisa parecida.
Sou contra o excesso.
Quando vou numa banca de revistas não sei nem quem levo para casa.
Não sei se levo a Karina Bacchi, Juliana Paes, Danielle Winits...
Caramba!
O meu salário só dá para ter uma por mês.
Ademais é tanta oferta de bundas e peitos que tenho receio de terminar enjoando.
É muita pornografia.
Um pouco dela nunca fez mal a nenhuma civilização, mas do jeito que as coisas seguem, não demora e vou sentir mais tesão em ver mulher vestida de freira carmelita.
E agora vou terminar.
Esse texto me deu vontade de dar uma passadinha lá na banca do Manuel.
Ah, sim!
Quase esqueço.
Se sexo é tão bom, por qual motivo sempre foi tratado de forma vergonhosa?
Acho que encontrei uma possível resposta, mas vão ter que esperar outra oportunidade.
Agora eu vou lá na banca do Manuel. Deve ter alguma mocinha nua em alguma revista pronta para virar atriz.