Pages

5 de fev de 2011

Alberto Leal Medeiros PRINCESA /Dea

Princesa

Princesa encantada,
Perdido entre suspiros,
Luto para descrever,
Sua beleza iluminada,
Cujo brilho inibe o sol ao amanhecer.

Seu olhar penetrante,
Escoltado por um sorriso sem igual,
É química pura e natural,
A transformar-me num poeta imortal.

Princesa dourada,
Quero ser seu herói,
Desfrutar sua beleza,
Ver-te livre e amada.

Meus braços serão sua fortaleza,
Onde não terás medo de sangrar,
Pela espada dos piratas,
Que sempre querem te levar.

Nem mesmo o rei abastado,
Que sua admiração conquistar,
Jamais compreenderá a beleza,
Que posso despertar em seu olhar.

E se o tempo permitir,
Numa eterna aventura,
Serei herói, pirata e rei,
A despertar-te paixão, curiosidade e respeito,
Repletos de pura ternura.

Alberto Leal Medeiros DESPREZO /Dea

Desprezo

Naquele jantar à luz do luar,
Com pétalas de rosas espalhadas ao redor,
Violinistas tocavam sem parar,
As mais lindas canções de amor.

Por toda noite fiquei a te esperar,
Acreditando na sinceridade,
Da pessoa por quem fui me apaixonar.

Naquela noite que nunca existiu,
Quando o amor que era seu morreu,
Percebi que nada perdi,
Pois só perde quem tem,
E portanto, foi você quem perdeu.

Bravo Guerreiro Alberto Leal/DEA

Bravo Guerreiro

O bravo guerreiro tombou,
Profundamente ferido pelo dragão,
Que usou a mais dolorosa das armas.

O dragão não atacou nosso guerreiro,
Não foi fogo não,
Dominou sua amada, queimando por dentro nosso bravo herói.

Seu orgulho não resistiu a ferida exposta,
Sua força foi sugada pelo ralo da vida,
E ele não mais pode erguer-se.

Com a amada ao lado do dragão,
Sem sua inspiração,
Ao grande guerreiro só restou ser...
O grande vilão.

Alberto Leal Medeiros DEUSA HUMANA /dea

Deusa Humana

Nunca a toquei, nem mesmo a vi,
Mas posso imaginá-la flutuando entre os mortais,
Deusa humana, cuja luz invisível posso sentir.

Sua luz me indica um caminho desconhecido, fascinante e libertador,
Por onde deverei seguir em busca de seu amor.

Lá chegando, terei meu maior desafio,
Não poderei cegar diante de ti,
Desafiarei as trevas e verei além da sua luz.

Por fim, se realmente forem fortes meus sentimentos,
Terei o poder de ver seu lado humano,
Cujo amor verdadeiro e intocável,
Finalmente será alcançado.

poesias de>>Alberto Leal /DEA

Vilão

Virei vilão,
Num mundo que impõe sua falsa verdade,
Em que não existem mocinhos,
Em que os sonhos são para os tolos,
E a felicidade para os falsos.

Virei vilão,
Por trilhar um dos caminhos iguais que me foram apresentados,
Por desejar que tudo fosse diferente quando tudo é igual,
Por desconhecer que tendo início, não importa o meio, o final será sempre o mesmo.

Virei vilão,
Entre vilões materializados em imagens confusas,
Onde ser pode não significar ser.

Virei vilão,
Para compreender o que não pode ser compreendido,
Para sentir o que não pode ser sentido,
Para escolher o que não pode ser escolhido.

Virei vilão,
Para te ver, te sentir e te possuir,
Virei vilão para salvá-la de um mundo,
Sem saber que nele eu estava perdido.

(Alberto Leal - 30 outubro 2004)

HJ FALAREI DE UM POETA MARAVILHOSO AO QUAL CONHEÇI NAS MADRUGADAS DA INTERNET >PAULINHO MANACA/DEA

http://paulinhomanaca.blogspot.com/NÃO PODERIA JAMAIS DEIXAR DE MOSTRAR A TDS VCS LEITORES DOS MEUS DOIS BLOGS ESTA PESSOA MARAVILHOSA A QUAL TIVE O IMENSO PRAZER DE CONHEÇER DIAS ATRAZ NO MUNDINHO VIRTUAL IREI POSTAR MUITOS E MUITOS POEMA DESTE HOMEM,AMIGO,UM CARA ESPEÇIAL,XATO AS VZS ,MAS MUITO AMIGO EM OUTRAS ,E ISTO NOS RECOMPENSA MUITO RS,ALMA DE POETA E TDS OS POETAS SÃO ASSIM SONHADORES E MEU QUERIDO PAULINHO MANACA O MEU PAULO NÃO PODERIA DEIXAR DE SER UM SONHADOR ,SABE AQUELAS PESSOAS QUE TU NÃO CONHEÇE ,NUNCA VIU NA VIDA ,MAS QUE DE REPENTE SURGEM DO NADA COMO EM UM PASSE DE MAGICA ,NA NOSSA FRENTE EM UMA DESTAS NOSSAS MADRUGADAS XATAS ,TRISTES ,CHUVOSAS ,ONDE TU ,OU EU SO QUERIAMOS OLHAR PRAS NOSSAS TELINHAS E DIVAGAR NOS NOSSOS PCS ,POIS FOI ASSIM EM UMA MADRUGADA QUE ESTE HOMEM SENÇACIONAL ENTROU NA MINHA VIDA DEU UM "OLA MULHERAVIÃO BOM DIA " RSRS E DAI NASCEU NOSSA AMIZADE E FUI DEVAGAR CONHEÇENDO UM POUQUINHO DESTE CARA E OLHEM QUE NÃO SOU DE DAR TRELAS A QUALQUER UM QD ME SINTO XATEADA ,SO QUE ESTE HOMEM POETA TEM O JEITINHO DE NOS COMQUISTAR AOS POUQUINHOS E ASSIM TB O FEZ COMIGO RS,POR ISTO HJ SOMOS AMIGOS E ESPERO QUE DURE POR MTS E MUITOS ANOS A BELA AMIZADE NASÇIDA EM UMA NOITE SOLITARIA DESTA "ANDREA MULHERAVIÃO " E ESPERO QUE TDS VCS QUE LEEM MEUS BLOGS TB TENHAM O MESMO PRAZER DE UM DIA DESTES O ENCONTRAREM NA NET , MAS ENQUANTO ISTO NÃO ACONTEÇE A VCS IREI POSTAR NOS MEUS BLOGS ALGUNS DOS EXCELENTES "POEMAS DESTE NEGRO POETA ,PROFESSOR,MUSICO E VARIAAS OUTRAS COISAS MAIS E TDS VCS PODERÃO DEPOIS ME DIZEREM SE A ANDREA ROS DISSE OU NÃO QUE GANHEI EM 2011 UM POETA MARAVILHOSO , POSTAREI AQUI NOS BLOGS ,POEMAS E POESIAS DE PAULINHO MANACA ESCRITOR MARAVILHOSO DE CORPO E ALMA ,AMIGO QUERIDO ,EM QUEM HJ CONFIO UM POUCO DE MIM AQUELES DE VCS QUE QUISEREM O CONHEÇER UM POUCO + VISITEM ESTE BLOG>>>http://paulinhomanaca.blogspot.com/ABRAÇOS A TDS VCS MEUS LEITORES QUERIDOS UM EXCELENTE FDS A TDS BJUSS NO CORACÃO /DEA ROS


HOMENAGEM A TI QUERIDO AMIGO E MEU POETA PREDILETO>PAULINHO MANACA /DEA

A CASA DE ARACI



Não se pode descrever
O que se vê por ali.

Da varanda,
A mata virgem
De onde chegam em bandos,
Os mais inesperados convidados.
No canto, um fogão à lenha.
E à mesa, um canto choroso
Que pinga gotas de aguardente.

Viva! A cerca viva.
Que não me canso de admirar.
Parece que a natureza fez um pacto,
E num toque mágico,
Decorou e coloriu
Com sua paleta de cores infinitas
A Hortência, a Rosa, o Bouganvile.

A roda d’água,
O coração da fazenda,
Cercada de copos-de-leite
Bombeia água pra todos os cantos.
Um encanto!
E pacientemente a artesã,
Num trabalho minucioso
Borda a orla da casa.
Teias no telhado!
E tudo fica perfeito.

Eu não me lembro
De todos os nomes.
Bromélias, Lírios,
Alfazemas, Azaléias,
Alecrim, Rosas...
De todas as cores.
Pinheiro do Paraná,
Palco dos cantores,
Das borboletas monarcas,
Bem-te-vis, Canários, e Beija-Flores.

É muito difícil,
Descrever com detalhes
O que o meu coração sentiu.
Mas, é possível,
Um dia, quando passares por lá,
Onde reside a harmonia,
Poderás sentir,
Que tudo isso vive ali
Cercado e protegido
Pelo sorriso de Araci!

Paulinho Manacá