Pages

22 de set de 2010

Primavera: Tempo de Recomeçar:déa




Tudo ao seu tempo ...

Com o tempo, você vai percebendo que 
para ser feliz com uma outra pessoa, 
você precisa, em primeiro lugar, 
não precisar dela.
Percebe também que aquele alguém que 
você ama (ou acha que ama) e que 
não quer nada com você, definitivamente 
não é o "alguém" da sua vida.
Você aprende a gostar de você, 
a cuidar de você e, principalmente, 
a gostar de quem também gosta de você.

O segredo é não correr atrás das borboletas... 
"É cuidar do jardim para que 
elas venham até você."

No final das contas, você vai achar 
não quem você estava procurando, mas 
quem estava procurando por você .


BOA NOITE !!!


by
Derli Batista
M&M (Mensagens) 

SOU PALHAÇA SIM MAS ME CONSIDERO FELIZ O PIOR É AQUELES QUE SE ACHAM OS E AS TAIS E VIVEM NUM BECO ESCURO CHAMADO INFELICIDADE :DÉA ROS

Primavera: Tempo de Recomeçar:déa

Todos os anos, o nosso Criador, traz, através da primavera, uma mensagem de esperança e de renovação. No momento que se observa, nas árvores e nos jardins, surgirem as flores, nas suas mais variadas cores e formas, a certeza que se tem, é que um novo tempo chegou. Uma nova chance é oferecida, por Deus, para começar de novo.
Porque eis que passou o inverno, cessou a chuva e se foi.
 Aparecem as flores  na terra, chegou o tempo de cantarem as aves.  
(Ct 2:11-12)


A palavra de Deus diz que o inverno passa, a chuva cessa, e o tempo de cantar chega.
Todos os anos, o nosso Criador, traz, através da primavera, uma mensagem de esperança e de renovação. No momento que se observa, nas árvores e nos jardins, surgirem as flores, nas suas mais variadas cores e formas, a certeza que se tem, é que um novo tempo chegou. Uma nova chance é oferecida, por Deus, para começar de novo.
A palavra divina afirma que o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã (Sl 30:5). Esta verdade divina foi realidade na vida de Maria Madalena, que passou, quase toda a sua vida, num grande sofrimento, comparado a um inverno rigoroso, que não passava nunca, deixando marcas profundas de dor e desolação.
O seu passado manchado pelo pecado, e dominado por demônios (Mc 16:9), foi completamente transformado pelo poder maravilhoso de Jesus Cristo. Maria Madalena, então, numa clara demonstração de amor, devoção, adoração, obediência e temor, dedicou-se, com inteireza de coração, ao Cristo amado. Tornou-se uma seguidora fiel de Jesus, juntamente com outras mulheres (Mt 27:55). A sua fidelidade chegou a ponto de acompanhá-lo na hora de sua morte de cruz (Mt 27:55-56), e não teve dúvidas, em querer cuidar dele, mesmo depois de morto (Lc 23:56). No entanto, toda esta devoção não ficou sem recompensa. A ela foi dado o privilégio de ser a primeira pessoa a ver o Senhor ressuscitado (Jo 20:15-16), e de anunciar aos discípulos que ele estava vivo (Jo 20:18).
Ela, transformada em UMA NOVA MULHER, foi a portadora da notícia que anunciava um novo tempo para toda a humanidade.
A primavera, num sentido figurado, chegou para Maria Madalena. A sua vida ganhou cores, e a maravilhosa música de louvor e ações de graças, diante da presença do Senhor ressurreto, inundou a sua alma, e podia ser ouvida por todos os que a conheciam.
Nós, mulheres deste tempo, também dependemos da graça maravilhosa de Cristo que pode nos libertar de todos os males que estragam o prazer de viver. Sentimentos terríveis como mágoas, tristezas, remorsos, ódio, orgulho, depressão, baixa estima, angústia e tantos outros, podem ser diluídos na graça maravilhosa do amor divino. Para tanto, basta uma entrega verdadeira da nossa vida ao senhorio de Jesus Cristo, demonstrada na obediência aos ensinos da sua Palavra, e o resultado será a transformação em uma nova mulher, pronta para seguir e servir a este Senhor, conforme o exemplo de Maria Madalena e de outras mulheres que o serviram, com alegria, até o fim de suas vidas.
O tempo de se alegrar e de cantar sempre chega na vida das servas de Deus, porque aquelas que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão (Is 40:31).