Pages

26 de jun de 2010

ACREDITAR

Acreditar
Silvia Munhoz

Senti uma brisa no rosto, que tinha teu gosto.

Passou bem de leve, foi muito breve, 

meu coração afagou.

Senti uma gota de chuva percorrer minha face,

deixando-me num impasse, se...lágrima de amor.

Senti um arrepio no corpo, pedindo conforto,

querendo teu calor.

Senti o coração apertado pulsar disparado,

tentando saltar.

Estranha sensação acalentou o coração,

fazendo-me sonhar!

Senti minha boca sorrir e, os lábios, abrir,

querendo te beijar.

Senti que era pouco  e delirei como louco,

pensando te tocar.

Tendo-te, então, com imensa paixão.

Como foi bom acreditar!

0 comentários:

Postar um comentário