Pages

25 de nov de 2009

Escrava do amor Sinto falta de você:


O seu prazer é o que busco contemplar,
Enquanto ouço palavras desconexas,
Proferidas por sua boca, num tom ofegante,
Até ouvir findar-se com o mais perfeito gemido.
Às vezes escandoloso, outras timidamente lacivo.
Prazer de quem se entrega, de quem quer prazer.
Prazer entre quatro paredes, prazer que testemunho,
Que admiro, quando estou com você.
Prazer de quem busca algo, de quem sem medo,
Quer o outro, invadindo seu corpo,
Mordiscando seus seios, deslizando a boca em sua vulva.
Prazer por prazer, apenas mero prazer.
Que contemplo.
Enquanto ouço.
Até ecoar no grito sem fim.
Do mais puro prazer.
Do mais arrebatador orgasmo.
(Fernando J. Silva)  Que vagam ao longe, distantes.
Que buscam na penitência, entender.
A razão dessa torpeza.
Dessa vontade louca de você.
Coração nem mais reclama.
Já tá mesmo acostumado a sofrer.
Nem se desmente, de tanto que alma sente.
Essa vontade louca que chega a doer.
Pensamentos, vão se embora.
Voam como pássaros.
Brotam como semente.
Machuca sem doer.
Pensamentos são assim.
Choro sem lágrimas.
Por causa dessa ausência de você.
(Fernando J. Silva)EUUUU TE AMO ,TE QUERO E SÓ TU NÃO PERCEBE ISTO PORQUE SERA? PRECISO SER + EXPLICITA? BJUSS MILL DA AVÍÃO

0 comentários:

Postar um comentário