Pages

13 de abr de 2011

Prometo invadir teu peito.....DEA


Prometo invadir teu peito, arranjar um jeito de te pedir perdão. Prometo entregá-lo inteiro, em meu devaneio, como uma oração. Prometo invadir sua cama, te fazer gemendo, gritar que me ama! Prometo que serei ousada, totalmente preparada, para ser desejada. Prometo invadir teu corpo, com tanto ser o meu gosto, te encher de amor. Prometo que será marcante, sentidos flamejantes, ...nunca será bastante. Prometo invadir tua privacidade, não medir tua idade, te chamar de criança. Entreguei-te minha liberdade, meu tempo, minha vida, teu amor é minha única necessidade. Prometo invadir tua herança, sorver tua esperança, promover tua matança... matança de amor que eu vou invadir... Prometo que da morte farei vida, a esperança redimida, uma invasão totalmente permitida. Prometo invadir tua guarda, te despir da farda, fazer-te entregar. Prometo baixar a guarda, meu corpo ansiosamente te aguarda, com desejos à saciar. Prometo invadir tua praia, te deixar sem saia e mesmo sob tua vaia, te fazer me amar! Prometo atender teus apelos, eximir-me em desvelos, amar-te por inteiro. Prometo invadir tua pele, deixar que me sele, me fazer voar. Prometo que ao ser tocada, minha pele por você marcada, amarei despudorada. Prometo invadir tua boca, afogar quase louca, tua voz que quer gritar. Prometo que selarei nossos beijos, molhados de desejos, com gritos mudos de paixão. Então promessas de invasão, serão tuas, as minhas promessas pro teu coração!! Assim todas promessas cumpridas, parceiros por toda vida, viveremos a saudade, dessa noite de tentação!

(Carlos Duarte//Tânia Regina)

0 comentários:

Postar um comentário