Pages

28 de jul de 2010

COLETÂNIA DE CARTAS SUICIDAS:DÉA ROS



Uma mulher idosa, com olhos semi-abertos, caída sobre uma cama, ao lado de um rádio, com o braço esquerdo dobrado como se tivesse acabado de largar a faca de cozinha com lâmina curta, a qual está enterrada no seu peito esquerdo sob seu vestido um pouco aberto e repuxado para o lado esquerdo. Há pouco sangue derramado pelo ferimento. 
Informações do perito: morava sozinha em casa de um cômodo, que estava bem limpo. O banheiro era separado da casa. Junto a ela foi encontrada uma xícara de chá que tomava todas as noites. Derramou pouco sangue porque estava próxima de morrer por velhice. Tinha cerca de 90 anos.


Foto n. 2 (Laudo 8395.85)

Uma mulher bem maquiada, bem penteada, com colar no pescoço, aparentando de 40 a 45 anos, com os olhos fechados, caída no chão, vestida com penhoir e camiseta, estando o penhoir aberto e repuxado para o lado esquerdo, apresentando pequena mancha de sangue no lado interno do penhoir e muito sangue na altura do peito sobre a camiseta. 
Informações do perito: mulher riquíssima, que tinha medo de perder a fortuna, pertencente a uma família onde ocorreu uma sucessão de suicídios. Suicidou no corredor de distribuição para os aposentos, com dois tiros, sendo o primeiro no peito e o segundo na têmpora esquerda. Tinha 62 anos e havia sido Miss Brasil.

0 comentários:

Postar um comentário