Pages

5 de fev de 2011

Alberto Leal Medeiros DESPREZO /Dea

Desprezo

Naquele jantar à luz do luar,
Com pétalas de rosas espalhadas ao redor,
Violinistas tocavam sem parar,
As mais lindas canções de amor.

Por toda noite fiquei a te esperar,
Acreditando na sinceridade,
Da pessoa por quem fui me apaixonar.

Naquela noite que nunca existiu,
Quando o amor que era seu morreu,
Percebi que nada perdi,
Pois só perde quem tem,
E portanto, foi você quem perdeu.

0 comentários:

Postar um comentário