Pages

21 de jul de 2010

SOLIDÃO E SOFRIMENTOS JUNTOS :DÉA

SolidãoPDFImprimir
Escrito por Ana Costa   
Qui, 24 de Junho de 2010 18:01
SOFRIMENTO
Meu peito dói, chora por dentro e não sei o que fazer pra esquecer tudo que me faz lembrar de você, por alguns minutos esqueço, mais por horas me lembro. Por meses eu esqueço até do seu nome e telefone, mais escutar notícias suas, mais uma vez fez meu coração gritar, me sinto na escuridão, não sei dizer se estou a abeira da loucura. Mais tudo dentro de mim parece ser sem graça, me vejo no espelho e não consigo ver meu reflexo, ando pelas ruas e a única coisa que consigo lembrar é de nós dois caminhando por ela, não vejo nada além de lembranças que me fazem sofrer. Antes tudo era felicidade, até uma simples piada sem graça me fazia rir, hoje não consigo ter um sorriso sincero, um amor verdadeiro, tudo se passa com uma cena de teatro, onde eu sou a protagonista e caio na vida surreal, na tentativa de levar a agonia que percorre a minha alma. Minto que amo alguém, pra esquecer que um dia te amei, finjo ri quando não tem graça, digo que me importo quando não tem importância, digo que estou feliz quando me sinto infeliz, finjo gostar quando não gosto, finjo ter sentimentos quando não os tenho, digo sim quando quero dizer não, digo que quero sair quando quero ficar em casa, beijo quando não quero beijar. Eu me afogo pra não respirar, e para de doer o que fez um dia meu coração acelerar, em músicas eu adormeço, e finalmente consigo escapar da solidão que perturba os meus desejos, fechando os olhos lentamente imagino porquê o ser humano é cheio de limitações , porque Deus criou a felicidade tão perto da tristeza. Porque quando amamos e somos amados tudo é uma maravilha, quando amamos e somos traídos tudo é agonia, e quando amamos sem ser amados somos iludidos, e porque não gostamos de quem nos ama. Tudo é tão fora de sincronia que nada consegue formar uma letra, nada tem fim, tudo se transformar em uma tempestade, onde naufraga meu coração que se sente na solidão, sinto-me insana e desesperada para buscar a felicidade e não consigo encontrar com você longe de mim.

0 comentários:

Postar um comentário