Pages

3 de ago de 2011

Do teu cheiro...

Do teu cheiro...

O gosto da
tua pele
sal impregnado
em meus lábios
que me mata de
sede à beira
da fonte dos teus
prazeres.
O teu gosto na minha boca
mel que sacia meus desejos
na hora derradeira do medo
de te perder em meio aos lençóis.

O teu cheiro impregnado no meu corpo
perfume raro que nem a chuva
leva de mim...

0 comentários:

Postar um comentário