Pages

21 de fev de 2011

Escrito por Delírios de Poeta TRAVESSEIRO VAZIO /DEA



Fernando Jo

sé da Silva



As noites se tornaram mais frias,
Olho para o lado e abraço o travesseiro vazio.
Nele, ainda o resto do seu perfume
que me faz sonhar.

Tive medo da noite
depois de escurecer
ficando sozinho no quarto
Sentindo falta de você.

Nem mesmo seu perfume no
travesseiro ao lado é capaz de espantar
o termo da falta que você me faz.
Neste quarto sempre noites frias,
E o cheiro do seu perfume ainda no travesseiro,
Me fazendo sonhar.

Sonhar que você ainda virá,
Que ouço o barulho do chuveiro
Então fico esperando você se deitar.
Acordo sempre assustado, ainda meio adormecido,
Sentindo a enorme falta que você me faz.

(Repasse com os devidos créditos)


http://deliriosdepoeta.zip.net/
Escrito por Delírios de Poeta

0 comentários:

Postar um comentário