Pages

25 de jan de 2011

Não sou.../DEA


Não sou...

Eduardo Baqueiro

O que há em mim

Que tanto te agita a alma?

Quem pensas que sou?

Que sou aquele com quem sonhas toda noite?

Que sou tua alma gêmea?

Que sou o homem que desejas ter

em tua cama?

Que sou eu que vou fazê-la sentir

seu coração bater descompassado?

Não creio que eu seja este homem!

Não sou aquele com quem sonhas!

Sou um fantasma criado por você!

Sou apenas alguém que enxerga

tuas ânsias e carências

E deixo você se abrir para mim.

Te ouço na calada da noite

Sem pressa, sem censura!

Apenas sou um bom ouvinte...

Mas não sou o homem de sua vida,

Sou tão imperfeito quanto você.

Meu amor tem altos e baixos,

Me alegro e me entristeço

de uma hora para outra...

Não conheço o amor

além do que você conhece...

Minhas necessidades podem

ser maiores que as tuas,

Ainda sou uma criança carente

que necessita de amor e carinho.

Eu ainda não aprendi a viver

Ainda não aprendi amar...

0 comentários:

Postar um comentário