Pages

25 de jan de 2011

Minha menina

Eduardo Baqueiro

Sempre que olho para o céu
Sinto uma vontade de ter asas
Voar para te encontrar
Uma vontade de possuir você
Você que me ama
Sabe o que sinto
Quando olho para o céu
Às vezes chega até doer
As estrelas me lembram você
Tão linda, tão iluminada
Mas tão distante de mim
Perdoe-me amor
Não me canso de pensar
Que um dia poderei tocar você
Dizer pessoalmente
O bem que me fazes
O quanto és importante
Às vezes penso que você
é apenas um sonho...
Que um dia eu irei acordar
E viver somente da saudade
que sentirei de você
Hoje está frio em meu quarto
Sinto mais ainda tua falta
Vontade de tirar você
dos meus sonhos
e trazê-la para minha realidade
Ouço tua voz dizendo
que me ama
e que és minha menina
Me entristeço, confesso...
Não sei se devia...
Mas o que fazer se te amo demais?
O mar traz tua lembrança
Sei que tua essência vem dele
Assim como a minha também
Por isso sinto tua falta
Teu amor me alimenta
Teus dengos me animam
Teus carinhos me excitam
Tua voz me embriaga
Estou só em meu quarto
Mas estou com você
em meu coração
Desejando que meu amor
tenha uma boa noite
Que seus sonhos sejam
lindos como são os meus
Que eu possa estar com você
caminhando de mão dadas
pela praia...
Não sei o que será do futuro
Nem quero pensar
Somente desejo curtir você
Enquanto for minha
somente minha...

0 comentários:

Postar um comentário