Pages

8 de jun de 2011

A MINHA BÉLA AMANTE ... LUCAS MUNHOZ /DEA




A minha bela amante

Autoria: Lucas Munhoz

A minha bela amante

O teu sexo feminil, minha amante...
És a mulher voluptuosa e virgem...
A tua cor do corpo, em gozo tocante
A volúpia do amor, em doce imagem...
Colando o nosso corpo ao teu desejo.
Ah! A ardentia sem pejo.

Galopa o nosso prazer da coragem,
És minha bela amante, és meu amor...
O langor da tua boca, o fogo da margem,
O leito sedutor, cavalga-me o ardor...
O carinho do teu sexo, minha virgem.
A tua volúpia da margem.

Faze-me a nudez languorosa, amor!
Sugarei os teus seios ardentes a ti,
Beijarei o teu ventre em doce vulva...
Amarei o teu fogo pegador sem dor...
Ao doudo afago da sedução entre si.
O teu ardor da alcova.

Hás de arder-me o cio ardoroso,
Tu és minha doce amante do fogo...
A tua saliva do corpo deleitoso;
O amor pervertido, ama-me logo!...
O teu colo arfante pela sedução.
O nosso doce coração.

Autor:Lucas Munhoz

0 comentários:

Postar um comentário