Pages

4 de jul de 2011

SOU NAVEGADOR DO TEU CORPO...!!!!/DÉA


Sou navegador, teu corpo é o meu mar
Enrolado em tuas linhas, nele me encontro a navegar
Afundo-me em teus olhos, profundos e suspeitos
Produzidos com afinco, sem defeitos, são perfeitos

Estes escondem a magia, as palavras mais bonitas
Pois, as verdadeiras e sentidas, são as que não são ditas
Encantados com brilho, de palavras de amor
Composição perfeita, num jardim de dupla flor

Desço a teus lábios, apetitosos e sufocantes
Banais, mas perfeitos, com mais valor que diamantes
Sufoco com teu beijar, sucessivo e insaciável
Amável, tua saliva em minha é comunicável
Adaptável, agradável, confortável, imensurável
Formidável, inigualável, e no fundo tão desejável
Preso em teu beijar, sinto o sabor do teu amor
Sinto o sabor de seres amada, o arder do teu calor

Desço a teu pescoço, cobrindo-o de carícias
Os teus beijos, os teus gemidos, hoo, pequenas delícias
Navego a teus seios, sedutores e provocadores
Bonitos como flores, tocados com amores

Saboreados, com minha língua, tocados com minha mão
Arrepios sucessivos, bem direitos ao coração
Humm, como são doces, como é bom aqui navegar
Mas, o mar é extenso, e então tenho de continuar

Minha mão, desliza e alisa, tua barriga
Minha boca, solta palavras de amor, por ti rapariga
Paro eu teu umbigo, faço dele uma brincadeira
Tenho-te em pedaços, dando-te prazer por inteira

Exploro tua vagina, de todas as formas de amar
Sinto em teu clitóris, o calor, o seu molhar
Como te deixa confortável, a minha penetração
Como a seta do cúpido, diretamente ao coração

Teu corpo no meu, fundidos nesse momento
O gemido, o prazer, no fundo todo o sentimento
A intensidade aumenta, assim como o entusiasmo
Teu corpo arqueia, enquanto atinges o orgasmo

O meu estremece, com um prazer imenso
Durante longos segundos, o prazer é intenso
Eu penso, se me encontro no chão, ou estarei suspenso
Porque eu levito, no céu denso e extenso

Acabado, o prazer não acaba o sabor
Abraçado ao teu lado, jorrando palavras de amor
Tu adormeces, agarrada a mim a sorrir
E eu em vez de te acompanhar, fico a pé, para te ver dormir

Eu amo-te, eu quero-te, e desejo-te para a eternidade
A nossa amizade, o nosso amor, felicidade, liberdade
Vontade, ansiedade, resumida em saudade
Conformidade, no ato de dizer, que te amo de verdade.

0 comentários:

Postar um comentário