Pages

5 de mai de 2011

AMAR SOB MEDIDA ...../DEA



Que culpa tenho Eu?

De comparar-te com uma estrela,
Se tens um brilho tão intenso...
Um olhar felino no corpo de uma sereia,
Juro! Só de te olhar já fico tenso...

Que culpa tenho Eu?

De confundir-te com a luz da lua,
Ou até mesmo com o azul do céu,
Se me és tão linda, tão pura!
E teu beijo é tão doce quanto o mel...

Que culpa tenho Eu?

De comparar-te com o mar de outono,
Ou até mesmo com o pôr do sol mais alucinante,
Se o meu amor por ti é tão infinito quanto...
Quero ser teu homem, teu amor, teu amante...

Que culpa tenho Eu?

De amar-te sem medida,
Se em ti, encontrei tudo que sempre quis,
Eu preciso encontrar uma saída,
E convencê-la a deixar-me fazer-te feliz!

0 comentários:

Postar um comentário