Pages

18 de fev de 2011

NÃO DIGAS NADA/DEA




Nao digas nada...
que nao seja de amor
fecha os olhos e no silencio,chama-me para um jogo onde nao se compreendam as regras ..
faz com que o desejo e odor de tua pele que sinto me saia do coraçao...
Nao digas nada...nao digas nada que nao seja falar de amor...
Pudesses matar a sede
e fome neste corpo repleto de chama e paixao...
Faz-me sentir completo porque te desejo..
Quero sentir teu quente respiro,gotas de suor e vontade de sentir-te entrar em mim...
te possuiria jà...agora mesmo
Te deixaria possuir-me sem o pedires...
queria sentir teu corpo se mover em cima do meu afundar-me no teu intimo...
Me sinto impaciente como qualquer homen,te procuro onde a alma se descompoe ao prazer...
Nao digas nada que nao seja de amor...porque de mais nada necessito...
Diz-me que sim que queres, porque se o disseres serà loucura.

0 comentários:

Postar um comentário