Pages

16 de fev de 2011

Disfarce.../DEA


Disfarce

Jenário de Fátima

Quisera amar!... Amar perdidamente.
De novo sentir o gosto da paixão.
Ver agitar, pulsar meu coração,
Me embriagar de amor completamente.

Quisera ter de novo tal presente.
Não apenas tolas e simples ilusões,
Destas que trazem as vezes emoções,
Mas logo vão-se aos corações da gente.

Eu já soube um dia o que é gostar assim.
Mas este amor se foi e desertou de mim,
Deixando-me um abrigo tão profundo

Que pra escalá-lo alguma coisa invento,
Como isso de dizer a cada momento,
"Te amo" "Te gosto" a quase todo mundo.

0 comentários:

Postar um comentário