Pages

4 de out de 2010

DÉA ROS


Ando me sentindo cansada,
e o cansaço me tira as forças.
Isso, de fato, é se cansar?
Andar e não chegar a lugar algum?
Até quando?
Até quando devo esperar?

A esperança no meu coração, se adia.
Dia após dia, espero.
E espero... e espero... e espero.
Logo, é noite. 
Adormeço.

Se faz dia, outro dia.
Tudo de novo, outra vez.
O cansaço continua, a fraqueza também.
Mas decido continuar esperando...
Quem sabe, um dia,
esse mal se transforma em bem?
:DÉA

0 comentários:

Postar um comentário