Pages

12 de fev de 2011

Amor e Prazer/dea


Amor e Prazer

Autoria: Neldicéia Oliveira

Quero um flerte gostoso

Que desce como uma lágrima

Interna

Dos meus olhos

Até o tufo sedoso do meu corpo...

Quero os carinhos sinceros,

Os beijos molhados,

Os olhares ternos...

E a concupiscência sem fim...

Quero ser impelida pelo desejo

A ter mefistotélicos pensamentos...

Ceder sem receios

A uma diabólica emoção...

Vamos, pegue a chave

Do mistério do sexo

E caia sobre mim

Como um bicho faminto,

Seja bruto,

E nos amaremos ali

Como se fosse o ultimo

minuto do mundo...

Ah! Vilipendioso ato

Que une prazer e revolta...

Dínamo, onde inflamam

As forças

De atração e sedução!

É assim que eu quero...

É assim que espero...

Os meus olhos

A te fitar

Serão duas alcovas iluminadas

Onde se projetam sonhos

E te levarão de encontro à loucura

Num ardente modo de amar...

Venha se embriagar com os delírios

Que emanam desse torpor

Pq estarei sempre com vc

A alimentar esse fogo

A nutrir esse ardor

Onde os carinhos se encontram

E não podemos evitar

Que as carícias ternas

Se misturem nesse louco prazer.

0 comentários:

Postar um comentário