Pages

8 de out de 2010

A VIDA:DÉA ROS

BOA TARDE.


Um
dia um garoto pobre, querendo brincar, não tendo dinheiro para comprar
um carrinho resolve ele mesmo criar um carrinho de madeira para brincar.
Ele demora dias para criar o carrinho e quando o carrinho está pronto a criança
fica naquela alegria imensa, para onde ele ia, levava o carrinho de
madeira, e tinha questão de falar: – Eu que criei, eu que fiz. Mas um
dia um rapaz que morava perto da criança, vê aquela pobre criança
brincando com o carrinho e resolver ‘tomar’ o brinquedo dela, a
criancinha indefesa fala: "Esse carrinho é meu, ele é meu!" E o rapaz
sem devolve-lo, deixa o garotinho triste, que volta pra casa e descansa
sem o carrinho. No outro dia, o menininho vê o rapaz brincando com o seu
carrinho, daí ele vai até o rapaz e fala: "Quanto você quer nesse
carrinho? Eu te dou o que for preciso." Então o rapaz responde: "Eu
quero $100,00 por esse carrinho." O menino vindo pra casa disse: "Papai
eu posso trabalhar com você? Eu estou precisando de dinheiro pra
recuperar o que me tiraram. Posso?" Então o Pai diz 'Sim' para seu
Filho. Passado o tempo, o Filho trabalhando com o Pai durante muitas
horas por dia, consegue o valor necessário e pulando de alegria, vai até
o rapaz que tomou seu carrinho e fala: "Está aqui o dinheiro, agora me
dá meu carrinho." O carrinho é devolvido à criança, que volta feliz pra
casa dizendo:

- Agora você é meu por dois motivos. Primeiro: "Eu te criei” e segundo: "Eu te comprei”.


A nossa história também é assim, Deus além de criar a gente Ele teve a compaixão e o amor de nos comprar, por um preço muito lindo e também muito alto, tão alto que ninguém pode
pagar, o seu próprio sangue! Essa foi a ‘moeda’ dada por Deus para ter
você de volta. Deixe que Deus pague o valor que você realmente
vale. Porque Ele, Porque Deus amou o mundo de tal maneira que entregou seu único Filho à morte para que todo aquele que nEle crê NÃO morra mas tenha a vida ETERNA ! (João3:16) DÉA

0 comentários:

Postar um comentário