Pages

17 de jun de 2010

SONHOS QUE VEJO :DÉA

----------------------------------------------------------------- 
 
Vejo que os grandes sonhos
Tornaram-se canções incompletas, 
Que os grandes momentos da vida
Tornaram-se frágeis. 
Quando o sol se põe
As nuvens se escondem, 
E as estrelas começam a aparecer, 
Como se fosse um truque bem feito. 
Mas nada que acontece, 
Mesmo no inverno ou no verão, 
É um truque bem feito. 
Muitas vezes precisamos chorar, 
Para sentir a falta do sorriso. 
Precisamos cair 
Para sentir a falta da confiança. 
Muitas vezes é necessário
Vermos o que não queremos, 
Para então entender o que está acontecendo. 
Precisamos sofrer por alguns dias
Para viver os que restarem com alegria. 
Tudo que sentimos, vemos e tocamos, 
Era exatamente para estar ali, ao nosso alcance. 
Como ver as estrelas, 
Se antes não vermos o sol se pôr e as nuvens se esconderem. 
Como se sentir completo, se para nos completar
É necessário muita coisa acontecer.

0 comentários:

Postar um comentário