Pages

19 de jul de 2011

SOU TODAS EM UMA...../DÉA



Não me venha falar de amor
Agora, nem dos meus doces

Olhos de jabuticaba madura
Tão pouco me faça carícias

Lânguidas e demoradas
Não percebe que estou

Cansada de suas firulas?

Venha, num rompante, depressa
E me pegue com força
Coloque-me de quatro

Na sala desarrumada e

Foda-me sem meias palavras!,

Sussurro meu desejo
com a língua
a trilhar o corpo teu,
descobrindo os desejos,
as delícias, teus pontos
sensíveis e vendo-o estremecer,
encontrar teu sexo e nele
deleitar-me...
Acariciá-lo com
o rosto, sentir o gosto
o cheiro e dele sentir
a explosão do gozo
unido ao meu
rouco gemido
deleitante...
Sendo puta ou santa
em sacrosanta orgia
me entrego inteiramente a ti
fazendo do meu prazer
o teu melhor alimento
Como-te, como a uma
doce fruta madura
e na boca deixo teu mel
a escorrer em mim
a queimar minha pele
e deixando-me mais
apetitosa para ti....


Patrícia Gomes


0 comentários:

Postar um comentário