Pages

25 de fev de 2011

BEIJO NOTURNO Suzana Motta/DEA




Suzana Motta




Esta noite você me beijou.
Chegou de repente,
tomou-me em seus braços.
Seus lábios cobriram minha boca,
possessivamente.

Eu, quase sem poder respirar,
tentava corresponder a mesma ânsia
que vinha de você, e
me fazia flutuar.

Aos poucos, senti-me confortável,
transportada a um mundo,
do qual não queria voltar.
Esse enlevo extasiante
dominou-me, e
quando estava plenamente
envolvida nesse longo beijo,
um suspiro prolongado acordou-me...
( para a realidade ).

0 comentários:

Postar um comentário