Pages

11 de jan de 2011

NUVENS NEGRAS:EXATAMENTE O QUE ME VAI NA 'ALMA':SDEA

Nuvens negras





As nuvens negras esmagam
Tudo o que por baixo mora
Almas que cedo naufragam
Nas vagas da vida fora

E as casas e as ruas
E as florestas vazias
E os troncos das árvores nuas
E as noites e os dias

Esmagam as flores nos prados
A relva seca, as geadas
Os mendigos esfomeados
E as pessoas caladas

Esmagam o interior dos lares
E as gaiolas do trabalho
Restaurantes, cafés, bares
A estrada recta, o atalho

E é de tal forma potente
A força rude dos céus
Que além de esmagar a gente
Esmaga a ideia de Deus

0 comentários:

Postar um comentário